0

Felipão faz mistério e põe Ronaldinho de um lado, Neymar do outro

23 abr 2013
17h33
atualizado às 17h41
  • separator
  • 0
  • comentários

No único treino que pôde fazer para o amistoso contra o Chile, o técnico Luiz Felipe Scolari não definiu a escalação da Seleção Brasileira e adotou o mistério, de olho na partida marcada para as 22h (de Brasília) de quarta-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte. Prova disso foi o fato de ter usado dois dos jogadores mais chamativos da equipe, Ronaldinho e Neymar, em equipes diferentes.

<a data-cke-saved-href="http://esportes.terra.com.br/infograficos/sensacoes-caipiras/iframe2.htm" data-cke-489-href="http://esportes.terra.com.br/infograficos/sensacoes-caipiras/iframe2.htm">veja o infográfico</a>

Como convocou apenas 19 jogadores, o treinador dividiu o grupo em dois times com oito atletas e fez trabalho com campo reduzido, no qual o número de toques na bola era limitado a dois. Ronaldinho fez parte do treinamento como “coringa”, atuando na armação das jogadas para as duas equipes – Jadson também chegou a trabalhar assim.

Um dos times foi formado com: Rodrigo Moledo, Dedé, Jean, Fernando, Paulinho, Jadson (Ronaldinho), Osvaldo e Pato. O outro teve: Henrique, Rever, Marcos Rocha, André Santos, Neymar, Leandro Damião, Leandro e Ralf. Na sequência, o técnico ainda fez os atletas trabalharem cobranças de faltas.

Felipão parou o treinamento em apenas duas oportunidades, uma delas para trocar o lugar de Ronaldinho e Jadson
Felipão parou o treinamento em apenas duas oportunidades, uma delas para trocar o lugar de Ronaldinho e Jadson
Foto: Bruno Santos / Terra

Felipão parou o treino apenas duas vezes, uma no momento de substituir Ronaldinho por Jadson. Com o número limitado de jogadores, não se sabe qual dos dois times é o titular. Seguindo como base a vitória sobre a Bolívia por 4 a0, na última partida da Seleção Brasileira, a formação deve ser: Diego Cavalieri; Jean, Dedé, Rever e André Santos; Fernando (Ralf), Paulinho, Jadson e Ronaldinho; Neymar e Damião.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade