Copa das Confederações

publicidade
22 de janeiro de 2013 • 12h23 • atualizado em 23 de Janeiro de 2013 às 10h07

Governo lança programa de voluntariado para eventos da Copa

  • Direto de Brasília
 

A cinco meses do início da Copa das Confederações 2013, o governo federal lançou nesta terça-feira o programa Brasil Voluntário para recrutar interessados em trabalhar voluntariamente na competição. Serão abertas sete mil vagas para as mais variadas áreas - de credenciamento e serviços em aeroportos, a logística e serviços médicos. Outras 4,5 mil vagas serão abertas para quem quiser atuar nas cerimônias de abertura e encerramento do campeonato.

“Esse programa é fantástico. O trabalho em conjunto entre a Fifa e o Ministério tem sido bem aceito e os voluntários são fundamentais para o sucesso dos eventos. Foi assim no Pan, em 2007, e será também na Copa”, avaliou o diretor-geral do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, Ricardo Trade.

“O voluntariado é um esforço realizado pela Fifa, pelo COL e pelo Brasil para assegurar um ambiente de fraternidade, de recepção aos visitantes para a Copa das Confederações e para a Copa do mundo”, disse o ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

“Queremos que o voluntariado também seja a expressão da diversidade do nosso país. É importante falar línguas, mas é importante também a vontade de ser voluntário. Queremos ter a representação de todo o povo brasileiro”, afirmou.

O programa é diferente do processo seletivo da Fifa, lançado no ano passado, e que já está em estágio avançado de seleção e também deverá recrutar outros sete mil voluntários. “A integração é importante, porque nós e a Fifa estamos cuidando mais de áreas como estádios, hotéis, e esse outro programa complementa com pontos turísticos e locais de grande fluxo nas cidades”, acrescentou Trade.

“A previsão orçamentária (para o Brasil Voluntário) é de R$ 30 milhões para gastos com formação, compra de 14 mil uniformes, seguros, água, alimentação. Tudo está em processo de licitação. O horizonte, o teto que temos para gastar é esse”, disse o coordenador do programa, Vicente Neto.

Para participar do Brasil Voluntário, o candidato precisa ter 18 anos completos antes do início do evento, residir no País e ter disponibilidade de horário - tanto para o treinamento quanto para a atuação nos jogos, com turnos de seis horas. Os voluntários receberão alimentação, uniforme, auxílio transporte e seguro de responsabilidade civil e contra acidentes pessoais.

As inscrições para participar do programa estão abertas a partir de hoje por meio de página na internet (www.brasilvoluntario.gov.br) e vão até o dia 16 de fevereiro. Os interessados deverão preencher um formulário e a inscrição poderá valer também para o programa de voluntariado da Copa do Mundo de 2014, que será aberto após a Copa das Confederações, mas ainda sem data definida. Para o mundial do ano que vem são esperados 50 mil voluntários nas 12 cidades-sede.

Segundo o cronograma do programa, a divulgação dos selecionados na seleção online ocorrerá no dia 20 de fevereiro. Em seguida, de 21 de fevereiro a 1º de março, haverá a seleção dos inscritos para o curso de formação. A formação a distância está marcada para todo o mês de março e a classificação acontecerá entre os dias 2 e 11 de abril.

Uma vez classificado, os voluntários serão notificados entre os dias 12 e 18 de abril e seguirão, para um treinamento presencial – que acontecerá de 20 de abril a 11 de maio. A classificação final está marcada para o período entre os dias 12 e 21 de maio. Os sete mil voluntários selecionados terão seus nomes divulgados no dia 22 de maio, menos de um mês antes da abertura da Copa das Confederações, marcada para o dia 15 de janeiro – com jogo de abertura entre Brasil e Japão em Brasília.

Terra