0

PM detém 24 pessoas e revolta manifestantes: "foi uma emboscada"

15 jun 2013
16h04
atualizado às 17h50
  • separator
  • comentários

Pelo menos 24 pessoas foram detidas neste sábado após um protesto em frente ao Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, palco do jogo de abertura da Copa das Confederações, entre Brasil e Japão. Segundo os próprios manifestantes, a cavalaria da Polícia Militar acuou o grupo em uma "emboscada" com a tropa de choque.

Larissa Souza foi baleada na perna com um projétil de borracha durante as manifestações
Larissa Souza foi baleada na perna com um projétil de borracha durante as manifestações
Foto: Diogo Alcântara / Terra

Confira todos os vídeos da Copa das Confederações

"O grupo tentava desviar da barreira feita pela polícia e acabou caindo na área do estacionamento, onde estávamos proibidos de entrar e fomos acuados pelo Batalhão de Choque. Começaram a disparar balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo", disse a estudante Larissa Souza, que reclama ter sido atingida por uma bala de borracha disparada pela PM.

"Achei que tivesse ficado só roxo, mas quando levantei a calça vi que estava em carne viva", falou a estudante, depois de registrar um boletim de ocorrência após a agressão. Pelo menos 27 pessoas ficaram feridas durante a confusão.

Pelo menos quatro pessoas foram à DP prestar queixa por terem sido atingidas por balas de borracha. "Os policiais começaram a atirar sem necessidade. Era um movimento totalmente pacífico", disse uma adolescente de 17 anos que não quis se identificar".

Veja relato de manifestante no estádio do jogo do Brasil

Entre os detidos, estão nove adolescentes que foram encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente. Os adultos foram encaminhados ao 5º DP, que fica na região do estádio.

De acordo com advogado dos grevistas, Gilson dos Santos, as agressões não fizeram parte da manifestação e só ocorreram após a confusão. Os detidos foram autuados por crimes como lesão corporal, desacato, resistência e dano ao patrimônio público.

Protesto
Por volta das 11h deste sábado, cerca de 2 mil pessoas iniciaram um protesto na avenida Eixo Monumental, que corta a cidade de leste a oeste, e fecharam uma das principais vias da capital federal. Mobilizados pelas redes sociais nos últimos dias, eles deram início a uma caminhada de cerca de 2 quilômetros, chegando ao Estádio Mané Garrincha.

Fifa é xingada antes de abertura da Copa das Confederações

O governo do Distrito Federal divulgou uma nota afirmando que a segurança de todo o Estado estará "garantida" durante a competição. Segundo a nota, o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) reúne 25 órgãos, como as polícias e agências de fiscalização, e a Secretaria de Segurança Pública, que monitora a segurança de brasilienses e turistas 24 horas.

Por volta das 13h30, os manifestantes deixaram o local de concentração, próximo a uma das entradas do Estádio Mané Garrincha, e tentaram dar a volta na construção. Antes impedidos pela Tropa de Choque, desta vez foram contidos pela cavalaria da polícia, que se colocou no caminho fazendo uma espécie de cordão de isolamento.

<a data-cke-saved- href="http://esportes.terra.com.br/info graficos/monte-selecao-copa- confederacoes/iframe.htm" href="http://esportes.terra.com.br/info graficos/monte-selecao-copa- confederacoes/iframe.htm"&a mp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infográfico&a mp;amp;amp;lt;/a>

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade