0

Artilheiros resolvem em casa, e Grêmio faz 3 a 1 no Avaí

14 abr 2010
23h53
atualizado em 15/4/2010 às 02h20

Responsáveis por 24 gols nesta temporada até o início da semana, Jonas e Borges ampliaram seus números nesta quarta-feira e deixaram o Grêmio em uma boa situação nas oitavas de final da Copa do Brasil. No Olímpico, os artilheiros definiram a vitória por 3 a 1 sobre o Avaí e aproximaram o clube porto-alegrense da próxima fase da competição.

Os 45 dias de afastamento dos gramados não impediram Borges de se destacar no ataque gremista. Com a camisa 9 nas costas, o atacante anotou o segundo gol da equipe de Silas na partida e seu 12º em 2010, mas viu Jonas sair do Olímpico como o artilheiro da noite, com dois gols - elevando seu total na temporada para 15. O Avaí, que teve um homem a menos durante boa parte do jogo, descontou com Robson.

A partida em Porto Alegre foi marcada por uma decisão do assistente, que sinalizou escanteio em uma jogada de Douglas na linha de fundo. O árbitro Alício Pena Júnior havia inicialmente apontado tiro de meta, mas confiou no auxiliar e indicou o tiro de canto, que gerou o primeiro gol da partida aos 18min: Willian Magrão cabeceou no travessão e, no rebote, Jonas mandou para as redes.

O lance polêmico que gerou o gol gremista revoltou o time avaiano, que cercou Alício Pena Júnior e iniciou uma confusão no gramado do Olímpico. Revoltado, o meia Caio recebeu o cartão vermelho e precisou ser retirado de campo por policiais e deixou a equipe catarinense com um a menos em campo para o decorrer da partida.

Passado o entrevero, o Grêmio ampliou com Borges aos 28min: o atacante ex-São Paulo foi acionado no ataque por Willian Magrão, girou sobre o marcador e bateu rasteiro para deixar o time anfitrião do Olímpico mais confortável no jogo. Jonas ainda dilatou a vantagem par três gols ao pegar rebote na área aos 10min do segundo tempo.

O Avaí, contudo, conseguiu descontar em seguida. Embora tivesse perdido o meia Sávio e o atacante Vandinho por lesão, o clube catarinense chegou ao gol um minuto depois: Émerson Nunes chutou forte, Victor defendeu e Robson aproveitou a sobra para marcar e fechar a contagem. No restante da etapa, o Grêmio apenas conduziu o duelo até o apito final. O placar não se alterou, apesar da busca dos catarinenses pelo segundo gol.

A segunda perna do embate sulista será jogada na próxima quarta-feira, 21 de abril. No feriado de Tiradentes, o Avaí abre as portas do Estádio da Ressacada às 21h50 (de Brasília) precisando de um triunfo por 2 a 0 ou por três gols de diferença para avançar às quartas de final - o Grêmio pode até perder por uma diferença de um.

FICHA TÉCNICA

Grêmio 3 x 1 Avaí

Gols
Grêmio
Jonas, aos 18min do 1º tempo e aos 10min do 2º; Borges, aos 28min do 1º tempo

Avaí
Robson, aos 11min do 2º tempoPonto Forte do Grêmio
Chegada de trás de Willian Magrão e movimentação intensa de Jonas, que também mostrou oportunismo para converter dois rebotes em gols para o Grêmio

Ponto Forte do Avaí
Reação, ainda que tardia, após sofrer o terceiro gol. No final do jogo, o time catarinense ainda chegou perto do segundo gol.

Ponto Fraco do Grêmio
Nas poucas vezes em que o Avaí foi ao ataque, a defesa tricolor acabou passando insegurança ao goleiro Victor

Ponto Fraco do Avaí
Fragilidade da defesa e pouca criatividade do meio-de-campo

Personagem do jogo
Jonas, que mostrou oportunismo e presença de área para marcar duas vezes e seguir isolado na artilharia do Grêmio na temporada

Lance polêmico
Elástico de Douglas na linha de fundo: após a jogada do meia, a bola saiu pela linha de fundo e o árbitro marcou tiro de meta. O auxiliar, porém, indicou escanteio e foi respaldado pelo juiz. A cobrança do tiro de canto gerou o primeiro gol gremista e uma revolta dos atletas do Avaí.

Esquema Tático do Grêmio
4-4-2
Victor; Edilson (Ozéia), Mário Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Ferdinando (Adilson), Willian Magrão, Leandro (Mithyuê) e Douglas; Jonas e Borges. Técnico: Silas

Esquema Tático do Avaí
3-6-1
Zé Carlos; Gabriel, Rafael e Émerson Nunes; Patric, Marcinho Marcinho Guerreiro, Batista (Rodrigo), Caio, Sávio (Roberto) e Uendel; Vandinho (Robson). Técnico: Péricles Chamusca

Cartões Amarelos
Grêmio: Edilson, Ferdinando, Willian Magrão e Leandro

Avaí: Zé Carlos, Marcinho Guerreiro, Batista, Vandinho

Cartão vermelho:
Avaí: Caio

Árbitro
Alicio Pena Júnior

Local
Estádio Olímpico Monumental, em Porto Alegre (RS)


Fonte: Terra

compartilhe

publicidade