0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Com garra, Santos tentará superar gramado ruim do Barradão

3 ago 2010
12h58
atualizado às 13h24

Acostumado a jogar na Vila Belmiro, que tem um dos melhores gramados do Brasil, o Santos terá um adversário a mais na final da Copa do Brasil, contra o Vitória, no Barradão, na próxima quarta-feira: o estado do campo. Para superar esse problema, o time alvinegro tem em mente que a principal arma para superar essa adversidade será a garra dos jogadores.

"O campo deles não ajuda, mas temos que tirar força de onde não tem. É um gramado pesado e difícil para jogar. Mas temos que lembrar também que, se é ruim para a gente, é ruim para eles também. Vamos procurar superar na garra e na vontade", disse o meia Wesley.

Outro jogador do elenco que comentou as condições ruins de jogo do campo do Vitória foi o atacante André. O centroavante reconheceu que o gramado castigado pelas chuvas que caíram nos últimos dias em Salvador pode prejudicar o toque de bola da equipe. Para ele, porém, isso não pode servir de justificativa para uma má atuação do Santos na decisão.

"O campo está muito castigado e acredito que isso irá atrapalhar um pouco o nosso estilo de toque de bola. Vamos ter que fazer uma partida mais brigada, na base da vontade. Vamos entrar com muita disposição e se não der para ganhar na técnica, vamos na raça. Garra não vai faltar", afirmou André.

Para o atacante André, gramado castigado pela chuva nos últimos dias pode atrapalhar toque de bola do Santos
Para o atacante André, gramado castigado pela chuva nos últimos dias pode atrapalhar toque de bola do Santos
Foto: Ricardo Saibun / Gazeta Press
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade