PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Corinthians para Atlético-MG na Arena e encaminha ida à semi

1 out 2014 23h52
| atualizado em 2/10/2014 às 01h51
ver comentários
Publicidade

O pressionado Corinthians deu grande passo na noite desta quarta-feira para chegar à semifinal da Copa do Brasil de 2014. Na Arena localizada em Itaquera, que vive a primeira competição mata-mata de sua história, o time paulista apresentou ligeira melhora após duas aparições fracas pelo Campeonato Brasileiro e, apesar de sofrer sustos do Atlético-MG, conseguiu importante vitória por 2 a 0 em casa pelo duelo de ida das quartas de final do torneio nacional.

A equipe do Parque São Jorge sofreu nos últimos tempos com pressão da torcida e pedidos pela demissão do treinador Mano Menezes. A resposta do técnico com vitória nesta quarta dá fôlego ao comandante e encaminha a vaga corintiana para a semifinal da competição: no duelo de volta, marcado para às 22h (de Brasília) do dia 15 de outubro, o time paulista pode perder por até um gol de diferença em Minas para pegar América-RN ou Flamengo.

A maior ofensividade e entrega do Corinthians pedida pela torcida foi vista nos primeiros cinco minutos do duelo, mas logo o Atlético-MG igualou as ações de jogo. A primeira chance, inclusive, foi atleticana: aos 13min, Diego Tardelli levantou bola na área, Guilherme dominou com liberdade e tocou na saída de Cássio, mas Gil apareceu para salvar de forma incrível em cima da linha.

<p>Renato Augusto deu cruzamento para Guerrero deixar o Corinthians na frente</p>
Renato Augusto deu cruzamento para Guerrero deixar o Corinthians na frente
Foto: Wagner Carmo / Vipcomm

O confronto ganhou em equilíbrio e qualidade, com ambos os times chegando ao ataque com facilidade. Quem abriu o placar foi o Corinthians: aos 24min, Guerrero cabeceou cruzamento de Renato Augusto, viu a bola bater três vezes nas traves do goleiro Victor, mas pode comemorar a abertura do placar. Os corintianos quase aumentaram seis minutos mais tarde, em chute de Petros que terminou com boa defesa de Victor no canto.

Apesar da melhora corintiana no confronto, o Atlético-MG também lutou até o intervalo e ficou perto do empate. Em dois lances semelhantes, Diego Tardelli e Guilherme receberam com liberdade na entrada da área, mas falharam na conclusão.

O ritmo do confronto caiu na etapa final, muito por causa do Corinthians. O time de Mano Menezes recuou e optou por uma postura mais defensiva, sem dar espaço para os adversários. No campo de defesa, os paulistas "entregavam" a bola para o adversário, mas o Atlético-MG esbarrava na marcação adversária e pouco criava. O jogo foi equilibrado pelos corintianos a partir dos 20min, mas aos 24min foi Diego Tardelli quem teve chance desperdiçada por cima.

A etapa final sem emoções ocasionada pelo Corinthians esquentou aos 35min: após lançamento primoroso de Guilherme, Dátolo desviou com a ponta do pé e viu a bola beijar a trave de Cássio. Em lance despretensioso logo depois, contudo, o time paulista ganhou tranquilidade no confronto: aos 36min, Bruno Henrique cobrou falta na área, Victor saiu mal e Guerrero escorou de cabeça para Luciano, após deslocar um defensor, aparecer no meio da área para empurrar para o gol, garantindo a vitória. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 1º de outubro de 2015, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Rodrigo F. Henrique Correa (RJ)
Público: 27.457 pagantes
Renda: R$ 1.495.296
Cartões amarelos: Elias, Petros, Cássio (Corinthians); Leonardo Silva, Josué, Marcos Rocha e Luan (Atlético-MG)
Gols: Guerrero, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Luciano, aos 36 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Bruno Henrique, Elias, Petros e Renato Augusto (Danilo); Malcom (Luciano) e Guerrero (Romero)
Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Jemerson, Leonardo Silva (Edcarlos) e Douglas Santos; Josué, Leandro Donizete, Dátolo e Guilherme; Tardelli e Carlos (Luan)
Técnico: Levir Culpi

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade