0

Preparador físico do Grêmio "se rende" a técnica santista

20 mai 2010
00h47

O Grêmio batalhou, mas não conseguiu a classificação para a final da Copa do Brasil deste ano. O time tricolor perdeu nesta quarta-feira para o Santos por 3 a 1, na Vila Belmiro, e deu adeus à decisão da competição. O preparador físico Paulo Paixão preferiu não procurar culpados e salientou que a derrota foi para um time de qualidade.

"Perdemos para uma grande equipe, não para uma qualquer. A gente entende que saiu da competição por justiça técnica. Acho que nós temos que nos render à técnica do Santos, isso é fundamental. Não vamos desmerecer a técnica de quem está jogando bonito. Não podemos ficar dando desculpa. O trabalho vai continuar", afirmou.Para o atacante Borges, porém, a equipe pecou por não aproveitar as oportunidades criadas, principalmente as do primeiro tempo. Ele também reclamou dos três gols sofridos no jogo de ida, no Olímpico, quando o Grêmio venceu por 4 a 3.

"Até conseguimos fazer um gol, mas se tivéssemos aproveitado melhor as chances na primeira etapa, poderíamos ter saído daqui com um resultado bem melhor. Paciência, na Copa do Brasil não se pode tomar gol em casa", disse o camisa 9.

Para Paulo Paixão, Santos foi superior tecnicamente e mereceu a vitória na Vila Belmiro
Para Paulo Paixão, Santos foi superior tecnicamente e mereceu a vitória na Vila Belmiro
Foto: Agência Lance
Fonte: Lancepress!
publicidade