0

Boateng acusa Ballack de tê-lo agredido

19 mai 2010
08h52
atualizado às 10h43

O meia ganense Kevin-Prince Boateng acusou Michael Ballack de tê-lo agredido pouco antes de o alemão sofrer a falta que o deixaria de fora da Copa do Mundo da África do Sul, durante a final da Copa da Inglaterra entre Chelsea e Portsmouth.

Em declarações à revista Sport Bild, Boateng conta que, aos 32 minutos de jogo, Ballack simulou uma falta para que os jogadores do Portsmouth recebessem cartões da arbitragem. Ao reclamar com o adversário, Boateng teria levado um tapa no rosto, desferido pelo jogador alemão.

Três minutos depois, o ganense cometeria a falta que deixou Ballack fora do Mundial, mas o jogador garante que não há relação alguma entre os dois fatos. "Diante de 80 mil espectadores, ninguém pensa em vingança", afirmou.

Boateng lembrou o episódio do tapa de Lukas Podolski em Ballack durante um jogo da seleção alemã, e diz que, nesse sentido, "não é melhor que Podolski".

"Ele se queixou durante semanas de Podolski por um tapa e agora ele me agride", disse o jogador. Após cometer a falta que cortou Ballack da Copa, Boateng se tornou inimigo público da Alemanha, país onde nasceu e cresceu. Seu irmão Jerome está na lista de convocação prévia dos alemães para o Mundial.

Boateng se tornou o "inimigo número 1" dos alemães, após contusão de Ballack
Boateng se tornou o "inimigo número 1" dos alemães, após contusão de Ballack
Foto: Reuters
EFE   
publicidade