0

Contestado, Doni diz que está acostumado com críticas

13 mai 2010
17h48
atualizado às 18h48

Convocado pelo técnico Dunga como um dos três goleiros da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, Doni diz que não se importa com as críticas surgidas em razão de estar na reserva da Roma, mas ocupar lugar cativo nas listas do treinador.

"Estou acostumado (as críticas). Desde quando saí do Botafogo (de Ribeirão Preto) e fui para o Corinthians. Sempre foi assim. Cada um tem sua opinião e eu respeito. Não me ofende, pois todos têm direito de expressar o que pensam. Jogador de futebol, goleiro ou não, deve encarar como normal a crítica", disse o jogador, ainda na Itália.

Mesmo na reserva da Roma, o goleiro acredita que a sua convocação foi conquistada ao longo dos últimos dois anos e meio, principalmente na Copa América, quando foi titular.

"A convocação se deu pelo que adquiri nos últimos anos. Copa América, Eliminatórias, sempre fui convocado", afirmou o jogador, que não comentou sobre sua posição no time italiano.

Durante a coletiva de imprensa ocorrida após o anúncio da lista dos 23, Dunga citou Doni e fez referências à briga que o jogador comprou com o clube da capital italiana por não abrir mão de se apresentar na Seleção.

"O Doni teve um atrito no seu clube por decidir jogar com a Seleção contra a Inglaterra, no final do ano passado. Quando ele voltou para o clube foi colocado na reserva. Se eu, como comandante, pedi desde o inicio comprometimento e paixão pela Seleção, atitude, prazer de jogar, quando o jogador tem essa decisão e o clube o penaliza eu não devo convocá-lo mais?", afirmou o técnico da Seleção Brasileira.

Pela ordem da lista de Dunga, Doni deve ser o terceiro goleiro. "O Júlio é o titular, pois adquiriu esta condição e merece, está muito bem. Ser ou segundo ou terceiro ainda nem parei para pensar nisto. Estou feliz por ter sido convocado. O que o Dunga decidir, está decidido", disse o goleiro.

Doni chega ao Brasil na terça-feira. Antes, seu clube tentará conquistar o título italiano, mas terá de torcer por um tropeço da Inter de Milão. "Tivemos a chance contra a Sampdoria em casa e desperdiçamos. Acho muito difícil a Inter perder para o último colocado, mas vamos em busca", afirmou Doni.

Mesmo reserva em seu clube, Doni tem a confiança do técnico da Seleção Brasileira, Dunga
Mesmo reserva em seu clube, Doni tem a confiança do técnico da Seleção Brasileira, Dunga
Foto: Getty Images
Fonte: Lancepress!
publicidade