1 evento ao vivo

Gana repete melhor campanha africana da história das Copas

26 jun 2010
19h17
atualizado às 19h37

A seleção de Gana entrou em um grupo restrito neste sábado. Depois de bater os Estados Unidos por 2 a 1 em jogo que foi até para prorrogação, a seleção avançou às quartas de final do Mundial da África do Sul. As Estrelas Negras, como a equipe é apelidada, repetiram Camarões e Senegal, sacramentando a melhor campanha de um país africano na história das Copas do Mundo.

Dessa forma, Gana terá a missão de salvar a reputação dos países do "Continente Negro" na primeira Copa realizada na África. Apesar de seis seleções disputarem o torneio - maior número de representantes na história de um Mundial -, apenas a equipe do técnico sérvio Milovan Rajevac avançou às oitavas de final. A anfitriã África do Sul, além de Costa do Marfim, Nigéria, Argélia e Camarões acabaram eliminados ainda na primeira fase.

Com a vaga entre os oito melhores da Copa do Mundo, Gana terá a possibilidade de escrever ainda mais um capítulo na história do futebol africano. Caso supere o Uruguai na próxima sexta-feira, será a primeira representante do continente em uma edição de semifinal de Mundial, superando Camarões e Senegal, outros times a terminarem a competição entre os oito melhores.

A história vitoriosa da África na Copa do Mundo começou com Camarões, no Mundial da Itália, em 1990. Em um time que contava com Roger Milla, o país estreou no torneio vencendo a Argentina, atual campeã na época e de Diego Maradona, por 1 a 0. O triunfo no primeiro confronto acabou sendo apenas uma amostra da excelente participação no torneio.

Depois de uma vitória sobre a Romênia e derrota para a antiga União Soviética, Camarões conseguiu superar nas oitavas de final a embalada equipe da Colômbia, do folclórico goleiro Higuita. Placar de 2 a 1, na prorrogação, com dois gols de Roger Milla. Mas, o sonho de vencer a Copa do Mundo parou nas quartas de final para a Inglaterra. Derrota por 3 a 2.

Doze anos depois, a África comemorou novamente. Estreante em Copas do Mundo, Senegal fez o primeiro jogo do Mundial sediado na Coreia do Sul e Japão vencendo a badalada França, que também entrara no torneio com o status de atual campeã. O triunfo por 1 a 0, da mesma forma que Camarões em 1990, embalou o time de El Hadji Diouf, principal nome da equipe.

Após superar os franceses na estreia, Senegal empatou com Dinamarca e Uruguai e passou às oitavas de final na segunda colocação do grupo. No primeiro jogo do mata-mata, encarou a Suécia por 2 a 1, superando os europeus apenas na prorrogação. Mas, depois de uma vitória sofrida, como ocorrera com Camarões em 1990, o país não suportou a pressão.

Nas quartas de final, no entanto, a Turquia, surpresa daquele Mundial ao terminar na terceira colocação, mostrou maior competência. Em outra prorrogação, Senegal não suportou o cansaço e caiu por um magro 1 a 0.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade