0

Jornal: "ferido", Dunga defende escolhas e diz que não verá final

9 jul 2010
04h23
atualizado às 05h00
  • separator

Dunga, que comandou a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da África do Sul, falou pela primeira vez desde seu retorno ao Brasil. Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo desta sexta-feira, o treinador disse que não viu nenhum jogo desde que retornou ao País e que não verá a final, defendeu as escolhas e acrescentou que "foi feito tudo que tinha de ser feito". Sobre o volante Felipe Melo, considerado o vilão da eliminação brasileia diante da Holanda, nas quartas de final, comentou que "alguém tinha que pagar a conta", assim como ele fez em 1990.

Questionado se poderia ter levado os jovens santistas Neymar e Ganso, que tiveram seis meses muito bons, Dunga afirmou que na verdade foram "menos de dois meses", considerando o início dos Estaduais até março, quando fechou a convocação - apesar de ter anunciado os 23 jogadores no dia 11 de maio, o técnico considera o mês do amistoso contra a Irlanda como a data final. O gaúcho acrescentou que a derrota para a Holanda "não vai sair da cabeça tão cedo" e que a maior tristeza "é não ter chegado até a final".

Copa 2010 no celular

Notícias, fotos, classificação, tabelas, artilheiros, estatísticas e curiosidades também estão no celular.
Acompanhe o minuto a minuto de todos os jogos do Mundial e escolha os melhores em campo.
Acesse: m.terra.com.br/copa
Baixe o aplicativo: m.terra.com.br/appcopa

Dunga afirmou que tinha propostas desde antes da Copa, mas agora quer descansar com a família
Dunga afirmou que tinha propostas desde antes da Copa, mas agora quer descansar com a família
Foto: Bernardo Bercht / Especial para Terra

Veja também:

Veja os maiores campeões das ligas nacionais por país
Fonte: Terra
publicidade