0

Ramires assume nervosismo antes do início da Copa do Mundo

31 mai 2010
07h38
atualizado às 11h06
Allen Chahad
Renato Pazikas
Direto de Johannesburgo

O volante Ramires, atualmente reserva da Seleção Brasileira que se prepara para a disputa da Copa do Mundo da África do Sul, assumiu o nervosismo antes do início da competição. Jogador mais jovem do elenco, o volante, 23 anos, já esteve muito mais descontraído do que, por exemplo, na entrevista desta segunda-feira, em Johannesburgo.

"Ansiedade e nervosismo existem. Da outra vez pode ser que estivesse mais descontraído. Agora é diferente, é nervosismo mesmo, tensão. No decorrer nós vamos nos soltando mais. Quem sabe na próxima eu esteja mais solto", disse.

Reconhecidamente "tenso", Ramires não se soltou na conversa com os repórteres e deu várias respostas curtas. Para se defender, no entanto, ele lembrou que também teve dificuldades para controlar os nervos em sua estreia pela Seleção Brasileira, na vitória por 4 a 0 fora de casa sobre o Uruguai pelas Eliminatórias do Mundial, em junho de 2009. Isso não o atrapalhou, no entanto, de ir a campo no segundo tempo e ter uma boa participação.

"Quando eu fui chamado pela primeira vez para a Seleção, contra o Uruguai, eu estava nervoso, (mas) deu tudo certo. Acabou que entrei no jogo e ainda e ajudei a Seleção", contou o meio-campista, em referência à visita a Montevidéu.

Titular em quatro das cinco partidas da última Copa das Confederações, Ramires parece mesmo ter voltado à reserva. No treinamento de domingo em Johannesburgo, ele viu Elano receber o colete de titular.

Desde já, de qualquer forma, o humilde ex-jogador do Cruzeiro descarta qualquer tipo de rivalidade com Elano. "São dois jogadores de qualidade. Onde o Dunga precisar, vou tentar entrar e ajudar. Todo mundo quer estar no time titular, o Dunga vai decidir. O principal é não se machucar e fazer um bom trabalho no treinamento", afirmou.

Os treinos brasileiros em Johannesburgo continuam a partir das 10h30 (de Brasília) desta segunda-feira. Na quarta, a equipe faz seu primeiro teste no continente africano, enfrentando no mesmo horário o Zimbábue, em um amistoso marcado para Harare.

Nervoso, Ramires espera "se soltar" até estréia da Copa
Fonte: Terra
publicidade