0

Relembre todos os fracassos da Itália em Copas do Mundo

24 jun 2010
12h58
atualizado às 17h01
Diego Garcia

A Itália chegou à África do Sul com a pompa de ser a atual campeã do mundo, mas fracassou e decepcionou seus torcedores e simpatizantes. Os tetracampeões realizaram uma campanha pífia na primeira fase e conseguiram ser eliminados sem vencer uma única partida sequer.

A derrota para a Eslováquia desta quarta por 3 a 2 decretou a queda precoce de uma das seleções mais tradicionais em Mundiais e colocou o ano de 2010 na galeria das grandes decepções italianas em Copas.

Por isso, o Terra relacionou todas os vexames desse país em Copas do Mundo, que agora ganham a companhia do torneio sul-africano.

Confira abaixo a lista:

Copa de 1950 - os Mundiais viveram 12 anos de paralisação de por causa da Segunda Guerra. O retorno foi em 1950, com o torneio do Brasil. Atual bicampeã (em 1934 e 1938), a Itália parece ter sentido as perdas da guerra - ela era um dos principais países do Eixo - e foi eliminada na primeira fase, ao perder para a Suécia por 3 a 2. A vitória sobre o Paraguai por 2 a 0 na última rodada foi em vão.

Copa de 1954 - a única nação europeia campeã do mundo chegou como uma das favoritas à Suíça, mas perdeu para a equipe da casa por 2 a 1, goleou a Bélgica por 4 a 1 e decidiu a vaga novamente com a seleção local. Caiu com dois gols de Sepp Huegi em um humilhante 4 a 1, vindo de um selecionado que levou sete gols da Áustria no confronto seguinte (7 a 5).

Copa de 1962 - pela terceira vez na sequência (não disputou em 1958) o país saiu na primeira fase. Empatou sem gols com a Alemanha Ocidental e novamente foi eliminado após ser batido pelo time da casa, o Chile (2 a 0). Na última rodada, de nada adiantaram os 3 a 0 sobre a Suíça.

Copa de 1966 - a Itália foi tetra em quedas seguidas no Mundial da Inglaterra ao fracassar de novo no estágio inicial da competição. Se vingou dos chilenos ao vencer por 2 a 0 na estreia, mas perdeu para a União Soviética (1 a 0) e participou de uma das maiores zebras de todos os tempos na partida seguite, quando Pak Du Ik marcou o histórico gol da Coreia do Norte no triunfo por 1 a 0.

Copa de 1974 - quatro anos antes, a equipe recuperou o caminho das glórias e foi vice-campeã no México. Mas a maldição da primeira fase voltou a assombrar a Itália no Mundial da Alemanha, já que a equipe que brilhou em 1970 foi batida pela Polônia por 2 a 1 na terceira partida da chave e foi eliminada precocemente pela quinta vez.

Copa de 2002 - a perda para a Croácia na segunda rodada do Grupo G foi crucial para que a Itália se classificasse apenas na segunda posição da chave. Com isso, pegou nas oitavas de final a surpreendente seleção local da Coreia do Sul e foi prejudicada pela arbitragem. Os asiáticos tiveram um pênalti desperdiçado aos 4min, Totti foi expulso, Ki-hyeon empatou aos 43min da segunda etapa e, na prorrogação, Ahn Jung Hwan fez aos 12min do tempo adicional complementar o tento da classificação sul-coreana.

Copa de 2010 - campeões em 2006, os italianos fracassaram na África. O técnico Marcelo Lippi deixou Totti, Balotelli, Cassano e outros bons jogadores de fora e o país conseguiu empatar até com a Nova Zelândia (1 a 1). O empate pelo mesmo placar com o Paraguai e a derrota para a Eslováquia decretaram mais uma vergonha na história da Itália em Copas.

Copa 2010 no celular

Notícias, fotos, classificação, tabelas, artilheiros, estatísticas e curiosidades também estão no celular.
Acompanhe o minuto a minuto de todos os jogos do Mundial e escolha os melhores em campo.
Acesse: m.terra.com.br/copa
Baixe o aplicativo: m.terra.com.br/appcopa

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade