0

Saiba quem são as cinco maiores celebridades do Mundial 2010

12 jul 2010
02h29
atualizado às 04h35
  • separator
  • comentários

A Copa do Mundo acabou, mas suas imagens ficarão ainda por muito tempo na memória dos fãs de futebol de todo o planeta. Porém, em um Mundial, não é só o que acontece dentro das quatro linhas que entra para a história; fora de campo, há personagens tão cativantes e situações tão pitorescas quanto dentro. O Terra lista aqui as cinco maiores celebridades da Copa de 2010.

5: Sara Carbonero

A jornalista espanhola, namorada do goleiro e capitão da seleção Iker Casillas, chamou a atenção na África do Sul não só pela evidente beleza. Depois da derrota da Espanha para a Suíça por 1 a 0, no jogo de estreia das duas seleções, a repórter do canal Telecinco foi acusada de "distrair" Casillas enquanto ficava atrás do gol espanhol, sendo responsável pelo inesperado revés dos campeões europeus.

A moça, 25 anos, alegou inocência e continuou fazendo seu trabalho durante o Mundial - inclusive entrevistando o próprio namorado depois da final contra a Holanda e ganhando um inesperado beijo, televisionado ao vivo.

4: Paris Hilton

A socialite americana sempre arruma um jeito ou outro de aparecer, e na Copa do Mundo de 2010 não foi diferente. Pouco depois da eliminação da Seleção Brasileira para a Holanda, nas quartas de final, após derrota por 2 a 1, a herdeira da rede de hotéis Hilton foi vista fumando maconha do lado de fora do Estádio Nelson Mandela Bay e acabou presa pela polícia sul-africana.

Porém, ela foi liberada depois que sua amiga, a ex-modelo da Playboy e hoje fotógrafa Jennifer Rovero, assumiu responsabilidade pelo porte da droga. Resultado: Jennifer foi expulsa da África do Sul e Paris, mesmo após ter sido presa, declarou que "ama" o país.

3: Mick Jagger

O vocalista dos Rolling Stones foi a definição clássica do termo "pé-frio" na África do Sul. Primeiro, foi a Rustemburgo acompanhar ao lado do ex-presidente americano Bill Clinton a partida entre Estados Unidos e Gana, pelas oitavas de final. Resultado: vitória dos ganenses na prorrogação. No dia seguinte, 27 de junho, estava em Bloemfontein para torcer por seu país natal, a Inglaterra, diante da Alemanha. Resultado: goleada por 4 a 1 em favor dos germânicos.

A "maldição" de Mick não foi capaz de afetar o Brasil contra o Chile e o time de Dunga venceu facilmente por 3 a 0. Porém, nas quartas, a Seleção não escapou e perdeu da Holanda por 2 a 1, com o cantor no estádio. Para completar, Jagger elogiou a equipe da Argentina um dia antes dos comandados de Maradona tomarem uma surra da Alemanha (4 a 0) e darem adeus à Copa.

2: Larissa Riquelme

Não à toa, a modelo e atriz paraguaia ganhou o apelido de "namorada da Copa". Mostrando sempre muito empenho e volúpia ao torcer pela seleção de seu país, nas praças da capital Assunção, ela foi uma grande personagem do Mundial mesmo sem ter posto os pés na África do Sul.

Além de guardar seu telefone celular em lugar pouco convencional - no decote da blusa - ela fez a torcida pelo Paraguai se multiplicar ao anunciar que sairia nua se os sul-americanos chegassem às semifinais. O time acabou derrotado pela Espanha nas quartas, mas Larissa, esbanjando simpatia, cumpriu a promessa mesmo assim: posou nua para um jornal e correu sem roupa pelas ruas da capital paraguaia neste domingo. "Os atletas e o povo paraguaio merecem", justificou-se.

1: Paul, o polvo

Esqueça todos os especialistas ou entendidos de futebol. Ninguém no esporte acerta previsões como Paul, um polvo inglês que mora em um aquário na Alemanha e é usado desde a Eurocopa de 2008 para "prever" os vencedores das partidas da seleção germânica. Nesta Copa do Mundo, o molusco obteve 100% de aproveitamento: acertou os resultados dos sete jogos da Alemanha (incluindo as derrotas para Sérvia e Espanha) e apostou, também corretamente, na Espanha diante da Holanda na finalíssima.

O método de previsão é simples: ele escolhe entre dois recipientes contendo comida, um com a bandeira de cada time. Quando Paul apontou a vitória espanhola sobre os holandeses na última sexta-feira, em evento transmitido ao vivo pelo diário Marca , a comemoração no país foi como se o título já estivesse ganho. De fato, estava.

Astro do rock, Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones, virou motivo de piada e símbolo de pé frio
Astro do rock, Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones, virou motivo de piada e símbolo de pé frio
Foto: Getty Images
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade