Copa São Paulo

publicidade
22 de janeiro de 2013 • 19h30 • atualizado em 22 de Janeiro de 2013 às 23h03

Apadrinhado por Harlei, herói do Goiás prega "olho no olho"

"Fui feliz em acertar todos os cantos", disse Paulo Henrique, com muitos elogios ao veterano Harlei
Foto: Bruno Santos / Terra
  • Direto de São Paulo
 

Herói da classificação do Goiás à semifinal, o goleiro Paulo Henrique repetiu a dose nesta terça-feira. Dose repetida e multiplicada por quatro, na verdade. Diante do favorito Bahia, dono da melhor campanha, ele parou quatro cobranças de pênalti - duas durante o jogo, duas no desempate - e se declarou abençoado por colocar a equipe na decisão da Copa São Paulo. Paulinho, como é chamado pelos colegas, já treina entre os profissionais e conta com o apoio de Harlei, ídolo goiano.

"O Harlei é um cara nota mil, um excelente profissional e gente boa demais. Ele que me deu essa chuteira. Ele me dá tudo, é sensacional e o maior goleiro do Goiás. Todo mundo é fã dele", disse um emocionado Paulo Henrique na saída do gramado do Estádio Nicolau Alayon.

A partida terminou empatada por 1 a 1, mas nas penalidades o Goiás fez 3 a 0. Dois pênaltis foram defendidos por Paulo Henrique e o outro ficou no travessão. Ele dá a receita do sucesso. "Ali é olho no olho. Você espera e vai decidir. Eu espero e vou. Fui feliz em acertar todos os cantos", disse o herói do Goiás.

Com 18 anos, ele chegou ao clube em 2004 e se notabilizou como um dos destaques da geração. Diante do São Paulo nas quartas de final, Paulo Henrique parou a cobrança do meio-campista Mirray, a última da série no domingo. Somada a defesa do jogo anterior às cinco batidas desta terça, são seis pênaltis que não entraram.

"Não! Não, nunca vi nada igual", definiu o treinador Augusto, que foi lateral esquerdo da Portuguesa, do Corinthians e do próprio Goiás nos anos 90. "Ele pegou contra o São Paulo, pegou dois durante o jogo e agora vamos para a final nos pênaltis. Eu nunca vi um jogo ir para os pênaltis e o goleiro não levar gol. O Paulo é sim um dos nossos destaques, um grande jogador e com muita qualidade. E é muito bom garoto", ressaltou.

Na final da Copa São Paulo pela primeira vez na história, o Goiás irá enfrentar o Santos próxima sexta, no Pacaembu. Os santistas derrotaram o Palmeiras por 3 a 2 na outra semifinal, nesta terça-feira, na Arena Barueri.

Terra