PUBLICIDADE

Flu se aproxima das piores derrotas em finais sul-americanas

26 nov 2009 - 12h09
(atualizado às 12h46)
Publicidade

Dassler Marques

Não poderia ser pior o retorno do Fluminense ao Estádio Casablanca, para a tentativa de revanche contra a LDU Quito. O revés de 5 a 1 significou uma das mais vexatórias derrotas em finais de competições sul-americanas. Só um resultado em todos os tempos pela Conmebol supera a derrota do Flu: a decisão da Copa Conmebol de 1994 entre São Paulo e Peñarol.

Naquele ano, o time apelidado de Expressinho, dirigido por Muricy Ramalho e com jovens jogadores como Rogério Ceni, Juninho Paulista e Denílson, recebeu o Peñarol e venceu por 6 a 1, encaminhando o título que se confirmaria com uma derrota por 3 a 0 no Uruguai.

Um ano antes, o São Paulo também havia sido protagonista de mais um massacre em finais Conmebol. Na decisão da Copa Libertadores, fez 5 a 1 contra a Universidad Católica, também no Morumbi, colocando uma mão na taça pelo segundo ano consecutivo. Os chilenos venceriam a volta por 2 a 0 - resultado insuficiente.

Apenas uma vez, na história das finais sul-americanas, uma vantagem de quatro gols foi revertida. Foi em 1995, na decisão da Copa Conmebol entre Atlético-MG e Rosario Central. Os brasileiros venceram por 4 a 0 no Mineirão, mas sofreram exatamente o mesmo placar no Gigante de Arroyito, levando a decisão para os pênaltis. O título ficaria com o Rosario.

Veja as piores derrotas em finais de competições sul-americanas:*

Supercopa da Libertadores 1992
Cruzeiro 4 x 0 Racing
Racing 1 x 0 Cruzeiro

Copa Libertadores 1993
São Paulo 5 x 1 Universidad Católica
Universidad Católica 2 x 0 São Paulo

Copa Conmebol 1994
São Paulo 6 x 1 Peñarol
Peñarol 3 x 0 São Paulo

Copa Conmebol 1995
Atlético-MG 4 x 0 Rosario Central
Rosario Central 0 x 4 Atlético-MG

Copa Sul-Americana 2002
Atlético Nacional 0 x 4 San Lorenzo
San Lorenzo 0 x 0 Atlético Nacional

* Piores derrotas considerando os jogos de ida

Com três gols, Mendez foi protagonista no vexame do Fluminense em Quito
Com três gols, Mendez foi protagonista no vexame do Fluminense em Quito
Foto: AP
Fonte: Redação Terra
Publicidade