3 eventos ao vivo

Torcida do Paysandu espera título para jogar Sul-Americana

8 abr 2014
15h50
atualizado às 16h09
  • separator
  • 0
  • comentários

A torcida do Paysandu vive raro clima de decisão. A expectativa pela primeira partida da final da Copa Verde, às 21h (de Brasília) desta terça-feira, contra o Brasília, faz lembrar a maior conquista nos 100 anos de história do clube: a Copa dos Campeões, em 2002.

<p>José Roberto Souza e Silva é uma cara conhecida na arquibancada</p>
José Roberto Souza e Silva é uma cara conhecida na arquibancada
Foto: Felipe Faraón / Especial para Terra

Tudo bem que não é a mesma coisa. Na época o time paraense estava na Série A do Campeonato Brasileiro e enfrentou campeões estaduais daquele ano, como Fluminense, Corinthians e Cruzeiro. Agora, o time está na Série C e chegou à final após eliminar Náutico de Roraima, Princesa do Solimões (AM) e o maior rival, Remo.

Ainda assim, a torcida promete lotar o Mangueirão para um dos dois jogos mais importantes de 2014, para coroar o ano do centenário. O encontro de volta é em Taquaritinga, no Estádio Serejão, no dia 21 deste mês. 

Eleito torcedor-símbolo do clube em 2009, José Roberto Souza e Silva conta com tristeza que não viu um único jogo da Copa dos Campeões, por causa do emprego que tinha na época. Hoje, comerciante, faz o próprio horário, viaja para ver o time e já garantiu presença não só no jogo desta terça-feira, mas também em Brasília. "Não perco mais, é meu time do coração. A gente vai se classificar para a Copa Sul-Americana", vibrou. José Roberto é muito conhecido por causa dos aparatos: vai ao campo sempre com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, padroeira dos paraenses, usa um medalhão que mais parece um escudo e tem o cabelo no formato do símbolo do Paysandu.

<p>Torcedores prometeram ir até Brasília apoiar equipe no jogo de volta</p>
Torcedores prometeram ir até Brasília apoiar equipe no jogo de volta
Foto: Felipe Faraón / Especial para Terra

O emprego também atrapalhou André Luiz Soares, que não pôde ir ao campo assistir à Copa Verde. Mas perder a final já era demais para o gerente farmacêutico. "Antecipei o trabalho pra conseguir folga hoje, mas infelizmente não tem como ir pra Brasília", lamentou.

Dois jogadores importantes para a conquista da Copa dos Campeões ainda estão no clube. Vandick Lima, autor de três dos gols da segunda partida da final (4 a 3 sobre o Cruzeiro) é atual presidente do clube e o volante Vânderson está entre os relacionados para o jogo de hoje.

O meia Héverton, pivô do rebaixamento da Portuguesa no ano passado, está relacionado para o jogo. Ele havia anunciado aposentadoria há nove dias, mas desistiu da decisão e desde então não entra em campo.

 

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade