1 evento ao vivo

Torcida vibra com possível título do Paysandu no centenário

8 abr 2014
23h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Para quem vê de longe, o Mangueirão cheio é igual sempre. Mas na noite desta terça-feira, para o jogo entre Paysandu e Brasília, o olhar dos mais de 20 mil torcedores mostrava uma tensão diferente. Não era só mais uma final, mas uma competição regional no ano do centenário. Deixar o título escapar nestas circunstâncias seria ainda mais amargo do que o normal.

<p>Ver o Paysandu é o lazer do médico Walter Pimentel Gonçalves</p>
Ver o Paysandu é o lazer do médico Walter Pimentel Gonçalves
Foto: Felipe Faraón / Especial para Terra

Essa expectativa fez o médico aposentado Walter Pimentel Gonçalves, 64 anos, chegar cedo para garantir uma cadeira com bom ângulo. O médico diz que o clima atual lembra o da Copa dos Campeões, vencida pelo Paysandu em 2002. Na época, o torcedor foi a Fortaleza assistir ao segundo jogo da final. Dessa vez, já planeja ir a Brasília. "Ver o Paysandu é meu único lazer. Fui em La Bombonera e vou onde der", afirmou. Quando a bola rolou, o semblante ficou sério. Nada de conversa. 

<p>Torcida compareceu em bom número ao Mangueirão</p>
Torcida compareceu em bom número ao Mangueirão
Foto: Felipe Faraón / Especial para Terra

Ainda havia muita gente tentando entrar no Mangueirão enquanto o estudante Leandro Souza exalava nervosismo, no início do primeiro tempo. Por conta do engarrafamento, quando ele chegou o placar marcava 1 a 0 para o Brasília. Era tanta tensão que só conseguia falar quando o jogo estava parado. Sempre com as mãos cobrindo a boca, enrolado em uma bandeira, Leandro xingava e orientava o time. "Sempre fico assim. Hoje sendo final é pior ainda", conta.

Ao final, alívio e felicidade contida. "Foi bom, uma virada difícil. Nada está definido", avalia Leandro. Para ele e para o resto da trocida  ficou claro que o Brasília vai lutar até o fim e o jogo de volta será outra batalha.

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade