Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002
 


A segunda Copa do Mundo da história, disputada em 1934, na Itália, foi marcada pela política e pelo fascismo que ganhava força no território italiano. Através de seu líder, Benito Mussolini, o governo queria mostrar "a nova face do país" e, com esse propósito, o futebol era uma excelente ferramenta.

Reforçada por uma legião de estrangeiros descendentes de italianos, a Itália sagrou-se campeã mundial, pela primeira vez, ao bater a Checoslováquia, para satisfação de Mussolini.

Na decisão, os anfitriões perdiam até os 40min do segundo tempo, quando empataram e forçaram a prorrogação. Schiavo virou o herói do título ao marcar o gol da vitória.

Entre os não-italianos campeões mundiais estavam os argentinos de Maria, Orsi, Guaixta e Monti, além do brasileiro Filó, primeiro campeão mundial nascido no Brasil.

Um dos destaques do torneio foi a seleção da Áustria, que ficou conhecida como "Wunderteam" (time maravilha, em alemão). Os austríacos caíram somente na semifinal, diante dos donos da casa.

Porém, o segundo mundial não contou com a presença do Uruguai. O primeiro campeão da história boicotou a competição, em retaliação aos europeus que haviam feito o mesmo em 1930.

Galeria de fotos

Itália vence Copa em casa
 
 
Campeão Itália
 
Vice Checoslováquia
 
3º colocado Alemanha
 
Artilheiros
Oldrich Nejedly (Checoslováquia) 4
Angelo Schiavio (Itália) 4
Edmund Conen (Alemanha) 4
Raimundo Orsi (Itália) 3
Leopold Kielholz (Suiça) 3
 
Dados da Copa
Ano: 1934
País: Itália
Data (início/final): 27/05 a 10/06
Seleção vencedora: Itália
Total de espectadores: 395.080
Cidades-sede e estádios: 8
Bolonha (Littoriale), Florença (Giovanni Berta), Gênova (Luigi Ferraris), Milão (San Siro), Roma (Olímpico), Turim (Mussolini), Nápoles (Ascarelli) e Trieste (Littorio)
 
Dados dos jogos
Países participantes: 16
Argentina, Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Egito, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Hungria, Itália, Romênia, Suécia, Suíça e Checoslováquia
Número de partidas: 17
Número de gols: 70
Média gols / partida: 4,12
Final:
Itália
2 x 1
Checoslováquia
 
Destaques da Copa
Giuseppe Meazza (Itália)
Um dos líderes da campeã Itália deu nome ao estádio municipal de Milão.
Angelo Schiavio
(Itália)

Um dos artilheiros da Copa, com quatro gols. Marcou o gol do título na decisão.
Oldrich Nejedly (Checoslováquia)
Ao lado de Planicka, liderou a seleção vice-campeã e dividiu a artilharia do Mundial.