Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002
 


O último Mundial, em 2002, foi organizado pela primeira vez por duas nações, Coréia do Sul e Japão, e terminou com a conquista do pentacampeonato pelo Brasil. A competição também marcou o retorno triunfal do atacante Ronaldo, que, nos quatro anos anteriores, passou por duas contusões graves em seu joelho e sofrera uma convulsão na última final de Copa.

Sob o comando de Luiz Felipe Scolari, a Seleção, muito criticada pela imprensa brasileira por causa de seu jogo feio e forte na marcação, ficou conhecida como a "Família Felipão" pela união que o treinador alcançou com o grupo.

Na primeira fase, numa chave fácil, o Brasil passou por cima de Costa Rica, China e Turquia, para eliminar nas oitavas-de-final a Bélgica. Na fase seguinte, com um golaço de Ronaldinho, que minutos depois seria expulso, a Seleção venceu a Inglaterra por 2 a 1. Na semifinal um novo encontro com os turcos e outra vitória: 1 a 0.

A final foi entre Brasil e Alemanha. Com dois gols de Ronaldo, um na falha do goleiro Kahn, eleito o melhor jogador do torneio, a Seleção conquistou o penta e consagrou o estilo Scolari.

Ronaldo foi o artilheiro da competição, com oito gols, e o capitão Cafu se tornou o primeiro jogador a disputar três finais de Copa seguidas.

A Copa também marcou o vexame de três seleções tradicionais. A França, então campeã, e a Argentina, que realizou campanha extraordinária nas eliminatórias, foram eliminadas ainda na primeira fase, além de Portugal, que voltava a disputar uma Copa após 16 anos.

As boas surpresas ficaram por conta de Senegal, com seu futebol ofensivo, e o Paraguai, com sua ótima defesa. Até os donos da casa fizeram boas campanhas. Japão e Coréia do Sul ficaram em primeiro em seus grupos. O primeiro caiu nas oitavas diante da Turquia, e os sul-coreanos, com muita ajuda da arbitragem, eliminaram Itália e Espanha e só perderam para a Alemanha, na semifinal.

Galeria de fotos

Brasil conquista o penta na Ásia
 
 
Campeão Brasil
 
Vice Alemanha
 
3º colocado Turquia
 
Artilheiros
Ronaldo (Brasil) 8
Miroslav Klose (Alemanha) 5
Rivaldo (Brasil) 5
Cristian Vieri (Itália) 4
Jon Dahl Tomasson (Dinamarca) 4
 
Dados da Copa
Ano: 2002
País: Coréia / Japão
Data (início/final): 31/05 a 30/06
Seleção vencedora: Brasil
Total de espectadores: 2.684.275
Cidades-sede e estádios: 20

Coréia do Sul
Suwon (Suwon World Cup Stadium), Incheon (Incheon Munhak Stadium), Busan (Busan Asiad Main Stadium), Daegu (Daegu World Cup Stadium), Ulsan (Munsu Football Stadium), Seul (Seoul World Cup Stadium), Seogwipo (Jeju World Cup Stadium), Daejeon (Daejeon World Cup Stadium), Jeonju (Jeonju World Cup Stadium) e Gwangju (Gwangju World Cup Stadium)
Japão
Yokohama (International Stadium Yokohama), Shizuoka (Shizuoka Stadium Ecopa), Saitama (Saitama Stadium 2002), Ibaraki (Kashima Stadium), Sapporo (Sapporo Dome), Niigata (Niigata Stadium Big Swan), Osaka (Osaka Nagai Stadium), Myiagi (Miyagi Stadium), Kobe (Kobe Wing Stadium) e Oita (Oita Stadium Big Eye)

 
Dados dos jogos
Países participantes: 32
África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Bélgica, Brasil, Camarões, China, Coréia do Sul, Costa Rica, Croácia, Dinamarca, Equador, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, França, Inglaterra, Irlanda, Itália, Japão, México, Nigéria, Paraguai, Polônia, Portugal, Rússia, Senegal, Suécia, Tunísia, Turquia e Uruguai
Número de partidas: 64
Número de gols: 161
Média gols / partida: 2,6
Final:
Brasil
2 x 0
Alemanha
 
Destaques da Copa
Ronaldo
(Brasil)

A volta por cima. Autor de oito gols foi um dos responsáveis pelo pentacampeonato.
Oliver Kahn
(Alemanha)

Uma "muralha". Com boas defesas, goleiro foi eleito o melhor jogador da competição.
Rustu Recber
(Turquia)

Deu muita segurança ao sistema defensivo turco e realizou importantes defesas.