Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Copa 2006
Sábado, 29 de maio de 2010, 11h38 
De folga com hora marcada, jogadores vão a campo de golfe
 
Pedro Fonseca
 
 Últimas de Copa 2006
» Ausência de Tevez incomoda torcedores argentinos
» De folga com hora marcada, jogadores vão a campo de golfe
» Estádio da decisão da Copa fica pronto para jogo inaugural
» Preterido, Ronaldinho tem portas abertas na Seleção
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Os jogadores da seleção brasileira receberam na tarde deste sábado o primeiro período de folga desde que iniciaram a concentração para a Copa do Mundo, mas o técnico Dunga determinou que todos estejam de volta ao hotel antes do jantar, impedindo que seus comandados conheçam a noite sul-africana.

Alguns jogadores, como Kaká, Julio César e Julio Baptista, preferiram conhecer o campo de golfe do complexo onde está localizado o hotel da equipe. Os três seguiram em carrinhos de golfe para um local do campo afastado da área onde os jornalistas têm acesso no The Fairway Hotel.

No nono dia de concentração para a Copa do Mundo, os jogadores foram autorizados a deixar a concentração depois do almoço, mas a reapresentação foi marcada para as 19h (14h em Brasília), apesar de o próximo treino do time estar agendado apenas para domingo à tarde.

A medida do treinador visa impedir uma repetição do que aconteceu há quatro anos, em Weggis, quando jogadores da seleção, incluindo Ronaldo, foram flagrados durante a madrugada em uma boite local numa folga. O período na Suíça, que também contou com shows e acesso de torcedores aos treinos, foi considerado um dos responsáveis pela derrota do Brasil na Copa da Alemanha.

Desde que se apresentaram em Curitiba, no dia 21, para iniciar a preparação para o Mundial, essa foi a primeira vez que os jogadores tiveram um período livre. Em Johanesburgo, a equipe fez dois treinos puxados nas manhãs de sexta e sábado, e agora só voltará a treinar na tarde do domingo.

O técnico Dunga afirmou no primeiro dia da seleção na África do Sul, na quinta-feira, que os jogadores estariam liberados para fazer o que quisessem durante os períodos de folga, até sexo, mas acrescentou: "Nem todo mundo gosta de sexo... cada um tem que fazer o que gosta".
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.