Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002
 


Na última Copa antes da Segunda Guerra Mundial, a Itália conquistou o bicampeonato. Campeões em 1934, os italianos repetiram a façanha, desta vez em território francês.

Na decisão, a Itália bateu a Hungria por 4 a 2 e voltou para casa com o título. Porém, até alcançar a decisão, a Hungria chegava credenciada pelo poder ofensivo do time, que marcara 13 gols nos três jogos que havia disputado até ali - 6 a 0 contra as Índias Holandesas, 2 a 0 contra a Suíça e 5 a 1 contra a Suécia. Os italianos venceram a Noruega, 2 a 1, França, 3 a 1, e Brasil, 2 a 1.

Os heróis italianos na partida decisiva foram Piola e Colaussi, autores de dois gols cada. Aos húngaros, restaram os gols de Titkos e Sarosi.

A Copa de 1938 foi a primeira em que o Brasil conseguiu realizar uma boa campanha, sendo eliminado somente nas semifinais, pelos futuros campeões. Leônidas da Silva, o "Diamante Negro", terminou a competição como artilheiro, com oito gols em quatro jogos.

Uma das ausências mais sentidas foi da "Fúria Espanhola". Por causa da sangrenta Guerra Civil, que começou em 1936 e só terminou um ano após o término da Copa, a Espanha não participou do Mundial.

A dupla italiana Ferrari e Colaussi foram os grandes responsáveis pela conquista em solo francês. Além deles, a competição teve a participação de outros grandes jogadores, como o checo Planicka, os brasileiros Domingos da Guia e Leônidas da Silva e o húngaro Sarosi.

Galeria de fotos

Itália conquista o bicampeonato
 
 
Campeão Itália
 
Vice Hungria
 
3º colocado Brasil
 
Artilheiros
Leônidas da Silva (Brasil) 8
Gyorgy Sarosi (Hungria) 5
Gyula Zsengeller (Hungria) 5
Sílvio Piola (Itália) 5
Gino Colaussi (Itália) 4
 
Dados da Copa
Ano: 1938
País: França
Data (início/final): 04/06 a 19/06
Seleção vencedora: Itália
Total de espectadores: 483.000
Cidades-sede e estádios: 8
Paris (Parc de Princes e Stade Colombes), Toulouse (Stade Chapou), Le Havre (Stade de la Cavée Verte), Reims (Stade Velodrome Municipal), Strasbourg (Stade de la Meinau), Marseille (Stade du Fort Carré), Bordeaux (Parc de Lescure) e Lille (Stade Victor Boucquey)
 
Dados dos jogos
Países participantes: 15
Alemanha, Bélgica, Brasil, Cuba, França, Holanda, Hungria, Índias Holandesas, Itália, Noruega, Polônia, Romênia, Suécia, Suíça e Checoslováquia. Obs.: A Áustria tinha a vaga, mas não disputou o Mundial por ter sido anexada pela Alemanha
Número de partidas: 18
Número de gols: 84
Média gols / partida: 4,67
Final:
Itália
4 x 2
Hungria
 
Destaques da Copa
Silvio Piola
(Italia)

Com cinco gols em quatro jogos, comandou os italianos na conquista do bi Mundial.
Leônidas da Silva
(Brasil)

O "Diamente Negro" marcou oito gols na primeira boa campanha brasileira em Copas.
Gyorgy Sarosi
(Hungria)

Atacante liderou os húngaros ao seu primeiro vice-campeonato.