Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002
 


Devastada pela Segunda Guerra Mundial, a Europa não tinha condições de organizar a Copa do Mundo em 1950, que ficou paralisada por 12 anos. O Brasil, único candidato, construiu o Maracanã, maior estádio do mundo na época da inauguração, a poucas semanas do começo da Copa.

Em campo, o torneio foi uma festa de gols. O Brasil empolgou a torcida com algumas das maiores goleadas já registradas em Copas até então, como os 7 a 1 na Suécia e os 6 a 1 na Espanha.

Na fase final, a Seleção Brasileira continuou a demolir seus adversários e chegou na última partida, contra o Uruguai, em pleno Maracanã lotado, precisando apenas do empate.

No jogo, o Brasil abriu o marcador com Friaça, mas os uruguaios empataram com Schiaffino e viraram com Ghiggia, que em vez de cruzar, como fez no lance do primeiro gol, enganou o goleiro brasileiro Barbosa e chutou direto. Os uruguaios venceram por 2 a 1 e silenciaram o Maracanã.

A partida marcou também a despedida da camisa branca e calções azuis, uniforme da seleção naquela época.

Uma das maiores zebras de toda a história das Copas do Mundo foi a derrota da Inglaterra, que estreava em Mundiais, para os Estados Unidos, por 1 a 0.

Galeria de fotos

Uruguai silencia o Maracanã
 
 
Campeão Uruguai
 
Vice Brasil
 
3º colocado Suécia
 
Artilheiros
Ademir de Menezes (Brasil) 9
Omar Oscar Miguez (Uruguai) 5
Chico (Brasil) 4
Alcides Ghiggia (Uruguai) 4
Zarra (Espanha) 4
 
Dados da Copa
Ano: 1950
País: Brasil
Data (início/final): 24/06 a 16/07
Seleção vencedora: Uruguai
Total de espectadores: 1.337.000
Cidades-sede e estádios: 6
Rio de Janeiro (Maracanã), Belo Horizonte (Independência), São Paulo (Pacaembu), Porto Alegre (Eucaliptos), Curitiba (Durival Brito e Ferroviário) e Recife (Ilha do Retiro)
 
Dados dos Jogos
Países participantes: 13
Bolívia, Brasil, Chile, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Iugoslávia, México, Paraguai, Suíça, Suécia e Uruguai
Número de partidas: 22
Número de gols: 88
Média gols / partida: 4
Final:
Brasil
1 x 2
Uruguai
 
Destaques da Copa
Alcides Ghiggia
(Uruguai)

Um dos carrascos brasileiro. Marcou o gol da virada no jogo que definiu o campeão.
Ademir de Menezes (Brasil)
Até hoje é o brasileiro que mais marcou gols em uma única edição de Copa: nove.
Barbosa
(Brasil)

Lembrado pelos brasileiros como o grande culpado pela perda do título.