Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002
 


A Copa do Mundo da Espanha, em 1982, foi marcada pelo futebol ofensivo e criativo da Seleção Brasileira comandada por Telê Santana. Mas quem ficou com o título, e eliminou os brasileiros, foi a Itália.

Pela primeira vez a competição foi disputada por 24 seleções, entre elas várias estreantes. Na primeira fase, a Itália, após três empates, se classificou no número de gols marcados. Seus jogadores, criticados pela imprensa italiana, decidiram fazer greve de silêncio e não conversaram mais com os jornalistas.

O Brasil passou por cima de todos os adversários na primeira fase e se classificou como maior favorito ao título.

Na segunda fase, estreou com vitória sobre os argentinos e foi para o jogo contra os italianos precisando apenas de um empate. A vitória por 3 a 2 da Itália, com três gols de Paolo Rossi, que acabou como artilheiro do torneio com seis, eliminou os brasileiros.

A Itália avançou, eliminou a sensação da Copa, a Polônia, na semifinal, por 2 a 0, e, na final, bateu a Alemanha Ocidental, Santiago Bernabéu, por 3 a 1, igualando-se ao Brasil como tricampeão mundial.

O Mundial também registrou a maior goleada da história da competição. A Hungria aplicou 10 a 1 sobre El Salvador. Na primeira fase, a zebra ficou por conta da Argélia, que venceu a vice-campeã Alemanha Ocidental por 2 a 1.

Quem estreou em uma Copa do Mundo foi Diego Maradona, mas não conseguiu levar sua seleção muito adiante.

Galeria de fotos

Itália supera Brasil e fica com tri
 
 
Campeão Itália
 
Vice Alemanha Oc.
 
3º colocado Polônia
 
Artilheiros
Paolo Rossi (Itália) 6
Rummenigge (Alemanha) 5
Zico (Brasil) 4
Zbigniew Boniek (Polônia) 4
Falcão (Brasil) 3
 
Dados da Copa
Ano: 1982
País: Espanha
Data (início/final): 13/06 a 11/07
Seleção vencedora: Itália
Total de espectadores: 1.842.250
Cidades-sede e estádios: 13
Vigo (Balaídos), La Coruña (Riazor), Gijón (El Molinón), Oviedo (Carlos Tartiere), Barcelona (Nou Camp e Sarriá), Elche (Nuevo Estádio), Alicante (José Rico Pérez), Bilbao (San Mamés), Valladolid (El Prado), Valência (Luis Casanova), Zaragoza ( La Romareda ), Sevilla (Sánchez Pizjuán e Benito Villamarín), Málaga ( La Rosaleda ) e Madri (Santiago Bernabeu e Vicente Calderón)
 
Dados dos jogos
Países participantes: 24
Alemanha Ocidental, Argélia, Argentina, Áustria, Brasil, Bélgica, Camarões, Chile, El Salvador, Escócia, Espanha, França, Itália, Inglaterra, Irlanda do Norte, Honduras, Hungria, Iugoslávia, Kuwait, Nova Zelândia, Peru, Polônia, Checoslováquia e União Soviética
Número de partidas: 52
Número de gols: 146
Média gols / partida: 2,81
Final:
Itália
3 x 1
Alemanha
 
Destaques da Copa
Paolo Rossi
(Itália)

Carrasco da Seleção Brasileira foi também o artilheiro da competição, com seis gols.
Zico
(Brasil)

Craque se destacou ao lado de Falcão, Sócrates, Júnior, Leandro e Cerezo.
Rummenigge
(Alemanha Oc.)

Jogador de muita técnica e oportunismo, atacante fez cinco gols no Mundial de 1982.