Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Curiosidades
Recordaremos algumas histórias curiosas que aconteceram nos Mundiais, desde o primeiro, no Uruguai, em 1930, até o mais recente, jogado na Coréia do Sul e Japão, em 2002.
1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002
 


- Brasil e Polônia se enfrentaram debaixo de chuva torrencial. Leônidas da Silva se cansou do barro e, para diminuir o peso nos pés, tirou as chuteiras. O brasileiro queria seguir descalço, mas o árbitro o impediu. Momentos depois, Leônidas perdeu uma das chuteiras no meio da área rival e, com o pé descalço, fez um golaço. Um lance que seria invalidado pelas regras atuais.

- Pela primeira fase, Cuba e Romênia empataram em 3 a 3 graças ao excepcional desempenho do goleiro caribenho Carvajales. Como devia haver um ganhador, as equipes jogaram um novo jogo, vencido pelos cubanos: 2 a 1. O curioso dessa partida é que Ayra foi o goleiro titular de Cuba porque Carvajales foi convidado para comentar a partida em uma rádio cubana.

- Álvaro Lopes Cansado, o Nariz, era o médico e o zagueiro da Seleção Brasileira.