Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Curiosidades
Recordaremos algumas histórias curiosas que aconteceram nos Mundiais, desde o primeiro, no Uruguai, em 1930, até o mais recente, jogado na Coréia do Sul e Japão, em 2002.
1930 1934 1938 1950 1954 1958 1962 1966 1970 1974 1978 1982 1986 1990 1994 1998 2002
 


- Antes da partida entre as seleções do Uruguai e Bolívia, os bolivianos posaram para uma foto. Cada jogador segurava uma letra que formaria a inscrição: Viva o Uruguai! O curioso é que o terceiro "u" foi suprimido e a inscrição final que se lia era: "Viva Uru gay!"

- Neste mesmo torneio, na partida disputada no dia 21 de julho, entre Uruguai e Romênia, no momento em que Anselmo marcava o terceiro gol para os donos da casa, o médico e o massagista da seleção uruguaia estavam dentro de campo atendendo um jogador.

- O atacante Hector Castro, autor de um dos gols do Uruguai na vitória por 4 a 2 sobre a Argentina, na final da Copa, não tinha a mão direita. Por causa disso ficou conhecido como "Manco".

- O atacante Preguinho foi o autor do primeiro gol brasileiro em Copas, na derrota por 2 a 1 para a Iugoslávia. Antes do futebol, Preguinho já havia praticado outros esportes, como natação e remo.