Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Terça, 13 de junho de 2006, 18h09  Atualizada às 19h38
Kaká pede mais movimentação de Ronaldo
 
Allen Chahad
Antonio Prada
Sérgio Loredo
Wanderley Nogueira
Direto de Berlim
 
Últimas de Brasil
» A investidores, Lula diz que Seleção daria prejuízo
» Juan: 'Roberto Carlos não errou no gol de Henry'
» Ronaldo pode ter licença de motorista cassada
» Cirurgia afasta Ronaldo por um mês dos campos
» Todas as notícias de Brasil
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O meio-campista Kaká, autor do gol que deu a vitória do Brasil sobre a Croácia, se mostrou preocupado após a partida de estréia da Seleção na Copa do Mundo. O jogador do Milan afirmou que faltou movimentação principalmente do atacante Ronaldo, que ainda não está 100%.

Meia pede criatividade. Veja

"Eu acho que faltou movimentação e criatividade para criarmos espaços na defesa adversária. Quando o Robinho entrou teve mais movimentação. O Ronaldo ainda não está 100%, ele mesmo falou após o jogo, mas acredito que na próxima partida ele estará melhor".

O jogador do Milan se irritou ao ser questionado freqüentemente sobre a atuação do chamado "quarteto mágico", que não empolgou da forma que era esperada. "Vamos falar em Seleção, porque não é só o quadrado que tem responsabilidade", afirmou irritado.

De acordo com Kaká, os erros na equipe são normais por causa do nervosismo de estrear em uma Copa do Mundo. "Estréia pesa um pouco. Por ser o adversário mais forte do grupo, em termos de tradição a Croácia é a mais forte. Também tem a pressão, toda a cobrança de ter de ganhar, ter de vencer, dar espetáculo", disse o meio-campista.

Apesar das dificuldades, Kaká ficou feliz em marcar o gol da vitória brasileira. "O importante é começar a Copa fazendo um gol, minha primeira partida como titular em uma Copa. Foi muito bom começar assim".

O jogador aproveitou para falar sobre a Austrália, próximo adversário do Brasil e que derrotou o Japão na primeira rodada por 3 a 1. "Será um jogo difícil. A Austrália tem o Hiddink como treinador, que é experiente e que fez uma excelente Copa do Mundo com a Coréia do Sul, em 2002, e fez um bom trabalho no Ajax".
 

Redação Terra