Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Quinta, 22 de junho de 2006, 15h41  Atualizada às 02h58
Coréia do Sul quer pressionar a Suíça com sua velocidade
 
Últimas de Coréia do Sul
» Novo técnico da Coréia do Sul promete evolução
» Zenit me traz um novo desafio, diz Advocaat
» Coréia do Sul tem novo técnico holandês
» Coréia do Sul atribui derrota à arbitragem
» Todas as notícias de Coréia do Sul
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O atacante Ahn Jung-hwan disse que a Coréia do Sul vai contar com seu forte ritmo para tentar derrotar a Suíça no jogo decisivo de sexta-feira. Os sul-coreanos precisam derrotar seus adversários no Grupo G para garantir a classificação às oitavas-de-final.

Ahn previu que o tradicional jogo de pressão de sua equipe pode confundir a Suíça em Hanover. "Precisamos lembrar do básico", disse ele a repórteres. "Os jogadores têm treinado bem e sabem as táticas perfeitamente". "Mas se colocarmos eles sob pressão e mostrarmos nosso costumeiro jogo de velocidade, deveremos conseguir um bom resultado".

Ahn saiu do banco para marcar o gol da vitória por 2 a 1 sobre Togo na estréia. Ele também marcou duas vezes para ajudar a sua equipe a chegar às quartas-de-final como co-anfitriã em 2002.

Mas o jogador de 30 anos colocou a equipe à frente da glória individual e negou que esteja irritado com o fato de otécnico Dick Advocaat ter o escalado entre os reservas de novo. "Seria uma grande honra marcar, mas é mais importante que a equipe vença", disse ele. "Não estou preocupado em começar no banco ou não. A decisão é do técnico. Eu só quero ajudar a equipe".
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.