Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Sábado, 24 de junho de 2006, 08h34 
Coréia do Sul atribui derrota à arbitragem
 
Últimas de Coréia do Sul
» Novo técnico da Coréia do Sul promete evolução
» Zenit me traz um novo desafio, diz Advocaat
» Coréia do Sul tem novo técnico holandês
» Coréia do Sul atribui derrota à arbitragem
» Todas as notícias de Coréia do Sul
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Os jogadores da seleção da Coréia do Sul reclamaram fortemente da atuação do árbitro argentino Horacio Elizondo na derrota sul-coreana por 2 a 0 para a Suíça, na última sexta-feira, pela Copa 2006.

Os jogadores se enfureceram quando Elizondo validou o gol do suíço Alexander Frei, que, para a equipe asiática, estava impedido.

"Foi uma decisão muito, muito estranha", disse o zagueiro Lee Young-Pyo. "Eu vi o auxiliar levantar a bandeirinha e o árbitro também viu. Mas (o juiz) permitiu que o jogo continuasse e não podemos entender o que aconteceu. Parei (quando vi a bandeira) porque Frei estava impedido", explicou.

A estrela do Manchester United Park Ji-Sung foi um dos jogadores que imediatamente cercaram o árbitro argentino para protestar em vão.

"Estamos muito afetados com o que ocorreu. Os zagueiros viram o auxiliar levantar sua bandeira e, então, pararam", explicou.

O treinador da Coréia do Sul, o holandês Dick Advocaat, disse ter ficado igualmente furioso depois do incidente, embora tenha se acalmado quando falou com os jornalistas.

"Devo dizer que o árbitro modificou rapidamente sua decisão. Provavelmente, (Frei) estava impedido, embora tenha havido gente que me disse que não", declarou o holandês.

Advocaat ainda protestou contra o pênalti cometido por Patrick Muller e ignorado pela arbitragem. "Foi um pênalti claro. Só quero destacar que a maioria das decisões arbitrais nos foi contrária. Mas, disto isto, a Suíça mereceu a vitória", admitiu.

Na Copa 2002, disputada no Japão e na Coréia do Sul, houve muitas reclamações de favorecimento da arbitragem à equipe asiática. Na ocasião, Espanha e Itália atribuírma a eliminação a erros dos juízes em partidas contra a Coréia.
 

AFP

Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.