Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Domingo, 25 de junho de 2006, 16h41  Atualizada às 16h53
"Cheguei a encostar na bola", diz goleiro do Equador
 
Últimas de Equador
» Delgado confirma aposentadoria da seleção do Equador
» Presidente do Equador condecora seleção por campanha
» Atacante equatoriano será operado no joelho
» Presidente do Equador fará homenagem à seleção
» Todas as notícias de Equador
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O goleiro Cristian Mora lamentou o gol de falta sofrido hoje na derrota de 1 a 0 para a Inglaterra, que eliminou a seleção sul-americana da Copa do Mundo, nas oitavas-de-final.

Mora, da Liga Deportiva Universitaria de Quito, considera que poderia ter feito "algo mais" na falta batida por David Beckham. "Cheguei a encostar na bola, mas acho que foi um chute perfeito", disse.

Mora considera que faltou sorte. "Achei que a bola fosse chegar um pouco mais perto, mas não foi o que aconteceu. Foi uma pena, a barreira estava bem posicionada, (os jogadores que a formavam) saltaram bem, mas não consegui fazer mais", afirmou.

O meia Luis Antonio Valencia disse que volta para casa "contente" após disputar sua primeira Copa. Ele lembrou que a classificação equatoriana para as oitavas-de-final "parecia um sonho antes do início" do Mundial.

"Não acho que a Inglaterra tenha jogado mal. A questão é que o Equador fechou as saídas deles e fez um grande esforço para controlar a partida. Pensando futuro, confio que mantenhamos o nível demonstrado aqui", acrescentou.

O atacante Carlos Tenorio disse que, se o Equador tinha que ser eliminado na Copa, deveria mesmo ser contra uma grande seleção. "Jogamos bem, mas faltou definir. É verdade que não houve muitas chances, e que eles acertaram e nós, não. Agora só podemos desejar a maior das sortes aos ingleses", resignou-se.
 

EFE

Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.