Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Sexta, 7 de julho de 2006, 05h37  Atualizada às 06h00
Felipão se despede de Portugal no sábado, diz jornal
 
Antonio Prada
Direto de Lisboa
 
Reprodução
Jornal diz que Felipão estaria insatisfeito com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol
Jornal diz que Felipão estaria insatisfeito com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol
Últimas de Portugal
» Felipão rejeita Brasil e fica em Portugal até Euro 2008
» Monaco quer volante português Maniche
» Valencia demonstra interesse por Cristiano Ronaldo
» Governo português nega isenção de impostos aos atletas
» Todas as notícias de Portugal
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Reportagem publicada nesta sexta-feira pelo diário português Record afirma que o técnico Luiz Felipe Scolari fará amanhã seu jogo de despedida da seleção portuguesa, na decisão do terceiro lugar da Copa 2006 contra o time da Alemanha, em Stuttgart. Porém o assessor de imprensa de Felipão, Acaz Felleger, nega que a decisão já esteja tomada.

Segundo Felleger, o treinador retorna a Lisboa com a delegação portuguesa neste domingo e define seu futuro somente após descansar durante cerca de 15 dias, na companhia da família.

Por outro lado, o Record garante que Scolari vai comunicar sua saída já na próxima terça-feira, em reunião marcada com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail.

De acordo com o jornal, os motivos para o pedido de demissão são dois: "desportivos" e "institucionais". No aspecto desportivo, Felipão alegaria que dificilmente teria algo a acrescentar à seleção lusitana, após levar a equipe de Figo e Cristiano Ronaldo às semifinais de uma Copa pela segunda vez na história, 40 anos após o feito do time do ídolo local Eusébio.

A razão "institucional" seria relativa à suposta insatisfação de Scolari com Madail. Após ser alvo de muitas críticas em Portugal, por conta dos muitos comerciais que protagonizou na mídia do país, o treinador brasileiro teria ficado magoado com o fato de o presidente da federação não ter saído em sua defesa. Agora, no momento em que levou Portugal à histórica semifinal, teria se irritado com as manifestações de Madail para que permanecesse.

Sondado por clubes europeus e especulado para treinar o time inglês e até a Seleção Brasileira, Felipão não decidiu seu futuro, de acordo com o Record. O jornal afirma que, ainda assim, o técnico deverá continuar residindo em Lisboa com a família, que estaria adorando a cidade. A tendência seria treinar um clube da Europa.

O procurador e empresário de Scolari, Gilmar Veloz, reforça essa possibilidade. Segundo Veloz, o técnico recebeu propostas sobretudo de agremiações italianas e espanholas, mas, a exemplo de 2002, quando foi pentacampeão com o Brasil, Felipão ficará parado alguns meses até definir seu próximo clube ou seleção.
 

Redação Terra