Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Sexta, 7 de julho de 2006, 08h16 
"Choro todos os dias", diz zagueiro Lúcio
 
Últimas de Brasil
» A investidores, Lula diz que Seleção daria prejuízo
» Juan: 'Roberto Carlos não errou no gol de Henry'
» Ronaldo pode ter licença de motorista cassada
» Cirurgia afasta Ronaldo por um mês dos campos
» Todas as notícias de Brasil
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O zagueiro Lúcio, um dos únicos destaques positivos da Seleção Brasileira na Copa 2006, declarou que chora todo dia desde que a Seleção foi eliminada da Copa 2006 nas quartas-de-final, disse o zagueiro à Folha de S. Paulo.

"Choro todos os dias, quando falo com minha mulher. Para meus filhos, foi difícil. Minha filha (Victória, 8 anos) chorava de soluçar. É difícil saber que você não pode voltar no tempo e mudar as coisas".

O jogador do Bayern de Munique decidiu após a derrota não ver mais nenhum jogo do Mundial da Alemanha e disse que torcerá pela França, equipe que eliminou o Brasil, na final contra a Itália.

"Eu não tenho preferência entre França e Itália, mas vou torcer para a França ganhar. Porque a Itália, se ganhar, será tetra. É melhor que continue tri".

O jogador afirmou que ficou sem saber o que fazer após o juiz apitar o fim da partida com os franceses.

"O juiz apitou e eu vi que não poderia fazer mais nada. Na hora, nem sabia o que pensar. Fui para o vestiário, mas demorei muito para trocar de roupa. Que ânimo eu tinha para trocar de roupa? Ficou todo mundo triste, chorando, foi muito ruim. E a derrota ainda dói muito".

O jogador preferiu se esquivar das críticas feitas pelo companheiro de clube e de Seleção, Zé Roberto. O meio-campista afirmou que o atacante Robinho poderia jogar mais e não gostou do esquema tático do técnico Carlos Alberto Parreira.

"O Robinho é mesmo um grande jogador, mas não é da minha índole ficar achando culpado, dizer "fulano errou". O time estava unido, os jogadores deram o melhor de si. Mas, às vezes, mesmo com grande dedicação e concentração, você não consegue ter seu melhor rendimento".
 

Redação Terra