Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Sexta, 7 de julho de 2006, 13h30 
Felipão diz que vê "grandes possibilidades" de ficar em Portugal
 
AP
Felipão desmente possível saída do comando técnico da seleção portuguesa
Felipão desmente possível saída do comando técnico da seleção portuguesa
Últimas de Portugal
» Felipão rejeita Brasil e fica em Portugal até Euro 2008
» Monaco quer volante português Maniche
» Valencia demonstra interesse por Cristiano Ronaldo
» Governo português nega isenção de impostos aos atletas
» Todas as notícias de Portugal
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Luiz Felipe Scolari afirmou nesta sexta-feira que, apesar de ainda não definir seu futuro, tem grandes possibilidades de permanecer no comando da seleção portuguesa. Felipão diz que se sente "muito bem" na Europa.

"Já disse mais de 150 vezes que gosto de Portugal, onde me sinto muito bem. Tenho um grupo maravilhoso de jogadores e trabalho com excelentes pessoas na federação, por isso não há motivos para sair", afirmou Felipão.

Apesar de afirmar que quer permanecer em Portugal, o técnico diz que pode sair caso não entre em acordo com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail.

"Pode não haver uma situação adequada para que eu permaneça, mas, pelo que tenho conversado com o presidente, tenho grandes possibilidades de ficar".

A declaração acontece no mesmo dia em que o jornal português Record publicou uma matéria afirmando que Felipão anunciaria sua saída da seleção portuguesa na próxima terça-feira e que poderia retornar à Seleção Brasileira.

O treinador brasileiro admitiu que o acerto salarial seria o único entrave para impedir uma renovação com os portugueses.

"Claro que é parte importante (questão financeira). Gosto de Portugal, mas já perdi dinheiro, pois recebi propostas muito vantajosas de clubes e seleções durante estes últimos três anos. Mas claro que dinheiro não é tudo na vida e já disse ao presidente que nesta altura preciso de sol e praia. Portugal oferece-me isso, melhor só nas Maldivas", explicou sorrindo.

Felipão disse que irá começar as negociações com Madail na próxima quarta-feira e espera resolver logo esta situação.
 

Redação Terra