Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Sexta, 7 de julho de 2006, 21h01 
Portugal e Alemanha jogam para dar 3º lugar à torcida
 
Últimas de Portugal
» Felipão rejeita Brasil e fica em Portugal até Euro 2008
» Monaco quer volante português Maniche
» Valencia demonstra interesse por Cristiano Ronaldo
» Governo português nega isenção de impostos aos atletas
» Todas as notícias de Portugal
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Eliminados nas semifinais da Copa do Mundo por Itália e França, Alemanha e Portugal caíram de pé e foram muito aplaudidos por seus torcedores. Neste sábado, às 16h (de Brasília), em Stuttgart, as duas seleções tentam retribuir o carinho recebido e presentear os fãs com o terceiro lugar.

"Temos que vencer pelos torcedores, para igualar a melhor classificação alcançada por Portugal e pelo orgulho de todos os jogadores", disse o meia português Deco, referindo-se à terceira colocação no Mundial de 1966, conquistada em vitória por 2 a 1 sobre a União Soviética.

A campanha na competição deste ano elevou o técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari a um novo status no país lusitano. Satisfeita com seu desempenho, a federação local está mais preocupada em garantir a renovação de seu contrato do que propriamente com a disputa pelo terceiro lugar.

Para o jogo contra os alemães, Felipão admitiu dificuldade para motivar os atletas. "Da perspectiva do negócio, talvez seja uma coisa boa. Mas, se você está do nosso lado da cerca, esse jogo representa sofrimento, e não um jogo que você está feliz em disputar", afirmou.

Apesar disso, o treinador prometeu empenho para igualar o desempenho de Portugal na Copa de 1966. "Fizeram-nos sentir em casa, e será com grande prazer e alegria que jogaremos com a Alemanha, com quem preferíamos disputar a final. Mas vamos lutar pelo terceiro lugar."

A partida será a 127ª e última do meio-campista Luis Figo pela equipe portuguesa. "O próximo jogo será definitivamente o último. Depois de tantos anos, chegou o momento de partir", disse o jogador da Inter de Milão, que espera se despedir com um bom resultado.

A seleção rubro-verde terá uma formação diferente da que vem utilizando. Miguel, machucado, e Ricardo Carvalho, suspenso, darão lugar a Paulo Ferreira e Ricardo Costa. Do lado da Alemanha, Friedrich, Mertesacker e Ballack estão lesionados e ficam de fora do confronto. No gol, Oliver Kahn terá a chance de atuar diante de sua torcida em sua última partida pela seleção.

A principal preocupação da seleção anfitriã é apresentar um bom futebol à torcida, que a aplaudiu mesmo após a derrota para a Itália, com dois gols no final da prorrogação. "Queremos o terceiro lugar para coroar nossa campanha. Vamos procurar dar espetáculo para nossa torcida", declarou o técnico Jürgen Klinsmann.
 

Redação Terra