Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Sábado, 8 de julho de 2006, 19h49  Atualizada às 20h00
"Foi meu último jogo com a seleção", diz Pauleta
 
Últimas de Portugal
» Felipão rejeita Brasil e fica em Portugal até Euro 2008
» Monaco quer volante português Maniche
» Valencia demonstra interesse por Cristiano Ronaldo
» Governo português nega isenção de impostos aos atletas
» Todas as notícias de Portugal
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O atacante português Pedro Pauleta disse após a derrota de 3 a 1 de Portugal para a Alemanha na disputa pela terceira posição da Copa do Mundo que hoje é o dia mais triste de sua carreira, pois deixa a seleção de seu país.

"Foi meu último jogo com a seleção. Chegou minha hora. Para tudo há um princípio e um fim. Dei tudo o que podia nestes nove anos com esta camisa", declarou o jogador.

Pauleta, que deixa a seleção como o maior artilheiro da história de Portugal, diz que se vai embora com a "consciência tranqüila".

"Este é o dia mais triste de minha carreira. Jogar para esta equipe e fazer gols era o que mais gostava de fazer, mas chegou a hora de me retirar", explicou o atacante do Paris Saint-Germain, que não marcou um gol sequer neste Mundial.

Pauleta, 33 anos, se retira após ter defendido a seleção lusitana em 88 partidas e anotado 47 gols.


 

EFE

Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.