Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Seleções
Domingo, 9 de julho de 2006, 07h09  Atualizada às 07h11
Imprensa portuguesa já estampa saudade de Figo
 
Reprodução
Jornal traz despedida de Figo após quarto lugar na Copa
Jornal traz despedida de Figo após quarto lugar na Copa
Últimas de Portugal
» Felipão rejeita Brasil e fica em Portugal até Euro 2008
» Monaco quer volante português Maniche
» Valencia demonstra interesse por Cristiano Ronaldo
» Governo português nega isenção de impostos aos atletas
» Todas as notícias de Portugal
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

A imprensa portuguesa ressaltou neste domingo a aposentadoria do meia Luís Figo da seleção de Portugal, que se despediu com um quarto lugar da Copa 2006, sua segunda melhor campanha da história depois do terceiro posto conquistado no Mundial de 1966, na Inglaterra.

"Já temos saudades de Figo", é a manchete do jornal A Bola deste domingo. "Luís Figo não deixa a seleção de acordo com os objetivos que traçara para este final de carreira, pois queria ser campeão do Mundo e não conseguiu, mas sai como estrela de dimensão maior", destaca.

"Figo completa uma carreira de referência total com o quarto lugar no Mundial e chegando a 127 participações com a seleção nacional. Portugal já tem saudades suas, mas as boas memórias que nos deixa prevalecerão por anos, anos e anos", exalta a publicação esportiva.

O Jogo optou por agradecer a participação de Figo. "Obrigado e até sempre", é a manchete da publicação.

"Portugal se despediu do Mundial com uma derrota pesada e por números que não correspondem nem de perto nem de longe ao que se passou em campo. Foi como se de repente todos os azares disponíveis caíssem sobre a equipe das Quinas", lamentou, referindo-se à derrota por 3 a 1 diante da Alemanha, no estádio de Stuttgart.

A publicação ainda lamentou da opção do técnico Luiz Felipe Scolari em colocar Petit. "Petit não fechou a entrada da área e deixou Schweinsteiger chutar no lance do primeiro gol, embora Ricardo devesse ter feito muito melhor. Pouco depois, o mesmo Petit fez contra ao tentar um corte e, mais tarde, deixou que Schweinsteiger bailasse na frente dele antes de disparar o míssil que deu no terceiro gol, este sem defesa possível", descreve.

"Bonita história com triste fim", é o título da reportagem do Correio da Manhã, destacando a campanha portuguesa e o resultado da despedida do time da Copa do Mundo, no último sábado.


 

Redação Terra