História

Em uma das finais mais emocionantes da história da Copa América, o Brasil conquistou seu sétimo título, desta vez em cima da Argentina. A competição de 2004 foi disputada no Peru.

A vitória do Brasil veio na cobrança de pênaltis, disputada somente porque o atacante Adriano marcou o gol de empate nos acréscimos do segundo tempo, deixando o placar em 2 a 2.

Os argentinos estiveram em vantagem por duas vezes. Killy Gonzalez abriu o placar aos 20min do primeiro tempo. Luisão empatou no último lance antes do intervalo, mas César Delgado marcou aos 42min, deixando a impressão de que o título estava decidido.

Porém, um chute forte de Adriano, da entrada da área, mudou a história da partida.

O atacante brasileiro marcou sete gols e finalizou a competição como artilheiro e melhor jogador.

A vitória teve um sabor ainda mais especial porque o técnico Carlos Alberto Parreira utilizou a competição para fazer experiências, deixando os principais jogadores brasileiros de fora.

Brasil bate Argentina nos pênaltis
e é campeão pela sétima vez

Artilheiros
Adriano (Brasil) 7
Javier Saviola (Argentina) 3
Carlos Bueno (Uruguai) 3
Dados da Copa
Ano:
2004
País:
Peru
Data (início/final):
6/7 a 25/7
Seleção vencedora:
Brasil
Média de público:
25.000
Cidades e estádios:
7
Arequipa (Estádio Municipal), Chiclayo (Estádio Elías Aguirre), Cuzco (Estádio Garcilaso de la Vega), Lima (Estádio Nacional), Piura (Estádio Miguel Grau), Tacna, (Estádio Jorge Basadre) Trujillo (Estádio Mansiche)
Dados dos Jogos
Países participantes:
12
Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela
Número de partidas:
26
Número de gols:
78
Média gols/partida:
3
Final:
Brasil 2 (4) x (2) 2 Argentina
Espectadores:
10.000