Copa América 2007

Domingo, 15 de julho de 2007, 20h28 

Após o bi, jogadores pedem respeito


AP

Júlio Baptista comemora primeiro gol na decisão da Copa América
Enquete

Quem foi o destaque do Brasil na Copa América?

Doni
Dunga
Juan
Robinho
Vagner Love

Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Após a conquista do bicampeonato da Copa América, neste domingo, em Maracaibo, na Venezuela, ao bater a Argentina por 3 a 0 na decisão, os jogadores da Seleção Brasileira desabafaram e afirmaram que o título foi uma resposta às críticas que sofreram desde o início da competição.

» Confira fotos do jogo
» Brasil derrota Argentina
» Baixe pôster da Seleção
» Comente a vitória brasileira

"Temos que dar os parabéns a todos. Chegou um momento que as pessoas menosprezaram o Brasil e isso deu mais força. Tem que ter mais respeito pelos jogadores. Todos nós somos vencedores. A crítica tem que ser produtiva, mas não menosprezando. Isso é mais uma prova da nossa qualidade", comentou Júlio Baptista, autor de um dos gols da partida.

"Isso é para comprovar o trabalho bem feito. Um grupo que não era acreditado pelos torcedores. Demos a volta por cima e mostramos que temos condições de defender a Seleção. Falaram que a Argentina era imbatível e nós conseguimos o título. O grupo estava determinado e isso foi uma resposta para quem não acreditava", desabafou o volante Josué, que ocupou a vaga de titular durante a competição.

Já o capitão Gilberto Silva, que ficou de fora da final por ter recebido o segundo cartão amarelo na partida contra o Uruguai, na semifinal, afirmou que os jogadores não têm que provar nada.

"Foi importante mostramos mais uma vez que não temos que provar nada. Houve muita desconfiança com o Dunga e com os jogadores, mas com dignidade mostramos que podemos vestir essa camisa. Sinto muito por quem não aceitou e só criticou. Se não aceitou, vai ter que engolir a gente. É um momento de extravaso. Esse grupo é muito bom. Foi importante o que vivemos esses 34 dias que ficamos juntos", disse o capitão.


  • Envie esta notícia por e-mail
  • Imprima esta notícia