Copa das Confederações 2005
Quarta, 29 de junho de 2005, 17h35  Atualizada às 22h47
Brasil dá show, goleia Argentina e é campeão
 
Antonio Prada
Direto da Alemanha
 
AP
Adriano comemora primeiro gol do Brasil
Adriano comemora primeiro gol do Brasil
Enquete
Quem foi o destaque do Brasil na Copa das Confederações?
Adriano
Cicinho
Robinho
Outro

Multimídia
Áudio e vídeo
» Campeão, Brasil faz samba dentro de campo. Veja
» Veja como estava o vestiário da Seleção minutos antes da final
» Ônibus da Seleção ficou pequeno para tanta animação
» Jogadores comemoram título na noite de Frankfurt
» Adriano agradece companheiros por bola de ouro
» Emerson admite que ficaria feliz com Robinho no Real Madrid
» Com proposta da Europa, Léo vai discutir saída do Santos
Galeria de fotos
» Brasileiros sambam em Frankfurt
» Seleção goleia a Argentina
» Torcedores invadem Frankfurt
» Cachoeira quase estraga festa
Sites relacionados
No terra
» Confira a animação dos gols de Brasil 4 x 1 Argentina
Fórum
» Fórum: comente o título da Copa das Confederações
Saiba mais
» Baixe pôster do Brasil campeão da Copa das Confederações
 Últimas de Copa das Confederações 2005
» "Não estou garantido no Mundial", diz Cicinho
» Após consagração na Alemanha, Adriano mira Mundial
» Robinho foge da imprensa na chegada da Seleção
» Lula envia nota de congratulações à Seleção
Busca
Busque outras notícias no Terra:
A Seleção goleou a Argentina por 4 a 1, nesta quarta-feira, em Frankfurt, e conquistou a Copa das Confederações. O Brasil deixou para trás o futebol irregular da primeira fase e chegou ao título em sua melhor apresentação no torneio.

Confira a animação dos gols
Veja fotos da comemoração
Vídeo: Adriano agradece companheiros por prêmios
Vídeo: Léo volta ao Brasil para negociar com Santos
Baixe o pôster do Brasil campeão
Veja fotos da vitória
Veja fotos da torcida
Fórum: comente o título da Copa das Confederações
Confira como foi a final, lance a lance

No último confronto entre as duas seleções, no dia 8 de junho, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, os argentinos venceram por 3 a 1. Contando com a pressão da torcida, a Argentina fez dois gols em 18 minutos e decidiu a partida no primeiro tempo. Na Alemanha, os papéis se inverteram. O Brasil construiu sua vitória ainda na etapa inicial.

Após um início equilibrado, a Seleção Brasileira chegou ao primeiro gol aos 11min. Adriano recebeu de Cicinho, deixou o zagueiro Heinze no chão e chutou forte de perna esquerda. A bola entrou no ângulo direito do goleiro Lux.

Argentina teve duas chances de empatar logo em seguida. Na primeira delas, Delgado perdeu dividida com Dida. Depois, Riquelme também levou perigo, mas o meia chutou à esquerda do goleiro brasileiro.

Aos 16min, Cicinho inverteu jogo para Robinho, que dominou e tocou para Kaká. O meia abriu espaço na defesa e chutou com estilo, de perna direita, no ângulo esquerdo de Lux.

O Brasil, então, passou a esperar a Argentina para jogar nos contra-ataques. O nervosismo da equipe do técnico José Perkerman se transformou em alguns bate-bocas. Aos 27min, o zagueiro Coloccini fez falta em Ronaldinho, que revidou com uma cotovelada. Os dois receberam cartão amarelo do árbitro eslovaco Lubos Michel.

A Argentina passou a concentrar suas jogadas em Sorín. O ex-jogador do Cruzeiro criava problemas para a defesa brasileira, que soube marcá-lo.

Muitos dos contra-ataques da Seleção acabavam em passes errados dos atacantes. A opção foi arriscar mais uma vez de fora da área. Aos 43min, Kaká chutou de longe e Lux defendeu em dois tempos.

No último minuto do primeiro tempo, Zanetti entrou pela direita e chutou para fora, assustando Dida.

A Seleção acabou com a esperança de reação da Argentina logo aos 2min da etapa final. Cicinho fez bela jogada pela direita e cruzou para Ronaldinho, que, de pé direito, completou de primeira, entre as pernas de Lux.

Os argentinos partiram para o ataque e deixaram a defesa aberta. Aos 6min, Kaká recebeu de Ronaldinho e chutou para defesa de Lux.

Robinho apareceu na partida aos 14min. O atacante santista passou por Coloccini e acertou o travessão.

Com amplo domínio da partida, o Brasil fez 4 a 0 aos 18min. Depois de troca passes, Cicinho cruzou na cabeça de Adriano, que fez seu quinto gol na competição e assumiu a artilharia.

Os argentinos descontaram dois minutos depois. Delgado cruzou para Aimar, que havia substituído Cambiasso, acertar bela cabeçada.

O Brasil soube conter o ataque argentino nos minutos finais e chegou a maior goleada sobre o arqui-rival desde 68, quando a Seleção venceu por 4 a 1 em amistoso no Rio de Janeiro.

A Argentina mantém o jejum de 12 anos sem títulos internacionais. A última conquista foi a Copa América de 93, no Equador.

A Seleção Brasileira, que venceu a Copa do Mundo de 2002 e a Copa da América de 2004, chega à tríplice coroa do futebol mundial com a Copa das Confederações.

Ficha Técnica
Brasil 4 x 1 Argentina
Equipes

Dida
Cicinho
(Maicon)
Lúcio
Roque Júnior
Gilberto
Emerson
Zé Roberto
Kaká
(Renato)
Ronaldinho
Robinho
(Juninho P.)
Adriano

Técnico:

Carlos A. Parreira

Lux
Placente
Coloccini
Heinze
Zanetti
Cambiasso
(Aimar)
Bernardi
Riquelme
Sorín
Delgado
(Galletti)
Figueroa
(Tevez)

Técnico:
José Pekerman

Gols

11min - 1º tempo
Adriano
16min - 2º tempo
Kaká
2min - 2º tempo
Ronaldinho
18min - 2º tempo
Adriano


20min - 2º tempo
Aimar
Cartões Amarelos
Ronaldinho Coloccini
Sorín
Cambiasso
Aimar
Local: Waldstadion, em Frankfurt (Alemanha)
Árbitro: Lubos Michel (Eslováquia)

 
Redação Terra