Esportes

> Esportes > Futebol > Brasileiro  > Copa do Brasil

  Personalidades
Ewerthon
Janeth

  Especiais
Copa do Brasil
Copa 2006
Copa América 2007
Dakar 2009
Eliminatórias 2010
Estaduais 2009
Eurocopa 2008
Formula 1 2009
Libertadores 2009
Jogos Paraolímpicos
Mundial de Futsal
Mundial Sub-17
Mundial Sub-20
Olimpíada
Pan 07

  Sites relacionados
ESPN
ESPN360
Os Geraldinos
Futsal

Copa do Brasil
Quarta, 19 de julho de 2006, 23h44  Atualizada às 09h44
Flamengo bate Vasco e leva vantagem para decisão
 
EFE
Obina beija camisa após marcar primeiro gol do Flamengo na final
Obina beija camisa após marcar primeiro gol do Flamengo na final
 Últimas de Copa do Brasil
05h52 SP: balas de borracha e gás geram correria em festa palmeirense
01h16 Dracena nega relação entre derrota no clássico e Copa do Brasil
09h26 Edinho, do Palmeiras, pode fechar com Fluminense nesta sexta
14h24 Após eliminação, Vasco projeto bom Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Na primeira final de Copa do Brasil entre times da mesma cidade, o Flamengo saiu na frente do Vasco na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Depois de um primeiro tempo morno, o time rubro-negro cresceu na etapa complementar e garantiu a vantagem na decisão ao vencer por 2 a 0.

Veja matéria em vídeo
Torcida do Flamengo dá show no Maracanã
Veja fotos da decisão
Veja a tabela da Copa do Brasil
Opine: o Vasco vai conseguir reverter a vantagem na decisão?

O segundo jogo da final acontece no próximo dia 26, também no Maracanã. Com este resultado, o Flamengo pode perder por até um gol de diferença para conquistar o bicampeonato do torneio nacional e garantir presença na Copa Libertadores da próxima temporada.

O técnico Ney Franco entrou em campo com um esquema cauteloso para a primeira partida. No último momento, ele barrou o atacante Cezar Ramírez para povoar o meio-campo. Isolado no campo de ataque, Luizão pouco fez. Com Edílson apagado, o Vasco também não deu muito trabalho ao goleiro Diego.

No segundo tempo, o treinador flamenguista decidiu mandar o time para cima. Ele tirou o zagueiro Renato Silva para a entrada de Obina e não se arrependeu. Em um belo chute de primeira da marca do pênalti, o centroavante abriu o placar. Dois minutos depois, Luizão aumentou de cabeça e fechou o marcador.

O Jogo

Os momentos iniciais do confronto foram marcados pelo equilíbrio. O Vasco criou a primeira oportunidade aos 11min. Valdiram desceu pela direita e cruzou para dentro da área. A zaga do Flamengo se antecipou e afastou o perigo. Na seqüência, Ramón cometeu falta.

O Flamengo conseguiu responder apenas aos 30min. Renato Augusto levantou na área e Ronaldo Angelim completou de cabeça, por cima do gol. Três minutos depois, o time rubro-negro assustou em nova jogada aérea. Jean avançou pela esquerda e cruzou para cabeçada firme de Luizão. Cássio fez boa defesa.

O Flamengo cresceu no jogo e quase abriu o placar aos 34min. Após falha do zagueiro Fábio Braz, Renato Augusto ajeitou para Juan na entrada da área. O lateral tentou colocar a mandou para fora. Na última chance do primeiro tempo, aos 36min, Ramón bateu falta com perigo.

Logo depois de entrar em campo, Obina perdeu uma grande oportunidade, aos 12min. Em falha de Cássio após cruzamento vindo da esquerda, o centroavante vacilou e não conseguiu completar. Três minutos depois, o atleta não desperdiçou. Ele pegou a sobra de um escanteio cobrado pela direita e bateu de primeira, indefensável.

O Vasco sentiu o golpe e o time rubro-negro não perdoou. Empurrado pela torcida, o Flamengo manteve a pressão e aumentou a vantagem aos 17min. O lateral Leonardo Moura levou até o fundo do lado direito e cruzou para cabeçada certeira do centroavante Luizão.

O time de São Januário retomou a lucidez na partida e quase diminuiu a vantagem aos 23min da etapa complementar. Morais tentou a jogada individual pelo meio e sofreu falta. Andrade bateu direto, Diego ainda desviou e a bola explodiu no travessão. No rebote, Valdiram não conseguiu completar.

Ficha Técnica
Flamengo 2 x 0 Vasco
Equipes
Diego
Fernando
Renato Silva
(Obina)
Ronaldo Angelim
Leonardo Moura
Jônatas
Toró
(Júnior)
Renato
Renato Augusto
(Rodrigo Arroz)
Juan
Luizão

Técnico:
Ney Franco

Cássio
Wagner Diniz
Fábio Braz
Jorge Luiz
Diego
Andrade
Ives
Morais
Ramón
(Abedi)
Valdiram
(Ernane)
Edílson

Técnico:
Renato Gaúcho

Gols

15min - 2 ° tempo
Obina
17min - 2º tempo
Luizão

 
Cartões Amarelos
Júnior
Ronaldo Angelim
Andrade
Ramón
Ives
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Público: 43.955 pagantes

 

Redação Terra