Esportes

> Esportes > Futebol > Brasileiro  > Copa do Brasil

  Sites relacionados
ESPN
ESPN360
Os Geraldinos
Futsal

Copa do Brasil
Quarta, 23 de maio de 2007, 23h47 
Goleiro falha e Botafogo é eliminado pelo Figueirense
 
Fernando Soutello/ProFotto/Divulgação
Zé Roberto (esq.) marcou, mas não conseguiu classificar o Botafogo
Zé Roberto (esq.) marcou, mas não conseguiu classificar o Botafogo
Enquete
Que time será campeão da Copa do Brasil?
Fluminense
Figueirense

 Últimas de Copa do Brasil
05h52 SP: balas de borracha e gás geram correria em festa palmeirense
01h16 Dracena nega relação entre derrota no clássico e Copa do Brasil
09h26 Edinho, do Palmeiras, pode fechar com Fluminense nesta sexta
14h24 Após eliminação, Vasco projeto bom Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:

O Figueirense perdeu para o Botafogo por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Maracanã, no Rio de Janeiro, mas conseguiu se classificar para a final da Copa do Brasil. O time catarinense havia vencido o jogo de ida, em Florianópolis, por 2 a 0, e contou com uma falha do goleiro alvinegro Júlio César para avançar à decisão, já que anotou um tento fora de casa.

»Goleiro leva frango e Botafogo é eliminado
» Dirigente do Botafogo detona bandeirinha
» Veja fotos da rodada
» Comente as semifinais
» Empate classifica Fluminense
» Veja a tabela das semifinais
» Veja as últimas do Figueirense
» Veja as últimas do Botafogo

Com o triunfo, o Figueirense vai enfrentar o Fluminense na final da Copa do Brasil. O time carioca se classificou para decisão após deixar o Brasiliense pelo caminho.

Nesta quinta-feira, às 14h, no Rio de Janeiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteará o mando de campo das partidas finais da Copa do Brasil.

O Botafogo começou a partida em alta velocidade. Com um minuto de jogo, Dodô chutou de longe e Wilson não segurou a bola. Na sobra, André Lima bateu fraco, nas mãos do goleiro do Figueirense.

Aos 12min, da entrada da área, Joílson bateu forte e Wilson espalmou. No rebote, Zé Roberto marcou, mas a assistente Ana Paula Oliveira anulou o gol ao apontar impedimento do meia.

Insistindo bastante, o Botafogo conseguiu abrir o placar do jogo aos 18min, quando Dodô recuperou a bola dentro da área e chutou cruzado: Wilson espalmou e Zé Roberto, livre, empurrou para as redes.

Insatisfeito com o Figueirense, o técnico Mário Sergio decidiu mudar o time aos 24min, sacando Diogo para a entrada de Victor Simões. A mudança, porém, não surtiu o efeito desejado e o Botafogo seguiu pressionando.

Dois minutos depois, Lúcio Flávio levantou a bola na área, Vágner cabeceou, Wilson se atrapalhou e a bola entrou. A arbitragem, porém, anulou o lance ao marcar impedimento de jogadores do Botafogo que não participavam da jogada.

Mesmo em desvantagem no placar, o Figueirense passou a valorizar a posse de bola e a trocar muitos passes no campo de ataque, já que a derrota por 1 a 0 o classificava por ter vencido o jogo de ida por 2 a 0.

A pressão do Botafogo se manteve e a postura do time carioca foi premiada aos 46min. Em cobrança de falta ensaiada pela intermediária, Lúcio Flávio recebeu a bola e levantou na área. André Lima subiu bem e marcou de cabeça.

A segunda etapa veio e o time da casa quase marcou o terceiro gol. Aos 2min, Zé Roberto recuperou a bola na ponta-direita e tocou para André Lima, que bateu de primeira, mas a bola saiu por cima do travessão.

O apoio das arquibancadas para o Botafogo se manteve no segundo tempo. Com isso, o time alvinegro aproveitava o clima favorável para atacar o Figueirense, que, por sua vez, não arriscava na frente.

O terceiro gol do Botafogo quase foi marcado aos 10min. Lúcio Flávio levantou na área em cobrança de falta, Zé Roberto cabeceou e Wilson espalmou. A jogada, porém, foi paralisada por marcação de impedimento do meia.

O jogo ficou morno a partir daí. Apesar de ter mais volume de jogo, o Botafogo já não levava tanto perigo à meta de Wilson. Já o Figueirense manteve a postura adotada durante todo o jogo.

O Botafogo teve uma boa chance de marcar aos 37min, quando Adriano Felício, que acabara de entrar na partida, carregou pelo meio, passou por três marcadores, invadiu a área e chutou para boa defesa de Wilson.

Quando parecia que o jogo iria para os pênaltis, o Figueirense marcou o gol que lhe deu a vaga na final. Aos 43min, Claiton Xavier chutou de longe, Júlio César falhou e deixou a bola passar.

Aos 47min, Alex entra de forma desleal em André Santos e foi expulso de campo pelo árbitro paulista Sálvio Spinola, deixando o time da casa com um jogador a menos em campo.

O Botafogo ainda arrumou tempo para marcar mais um, mas era tarde para se classificar. Aos 48min, Jorge Henrique recebeu de André Lima, cruzou rasteiro e Vinícius marcou contra.

Ficha Técnica
Botafogo 3 x 1 Figueirense
Equipes
Júlio César
Joílson
(Diguinho)
Alex
Vágner
(Asprilla)
Jorge Henrique
Leandro Guerreiro
Túlio
(Adriano Felício)
Lúcio Flávio
Zé Roberto
André Lima
Dodô

Técnico:
Cuca

Wilson
Edson
Felipe Santana
Vinícius
Anderson Luiz
(Lucas)
Ruy
Henrique
Claiton Xavier
Diogo
(Victor Simões)
André Santos
Ramon
(Léo)

Técnico:
Mário Sérgio

Gols

18min - 1° tempo
Zé Roberto
46min - 1° tempo
André Lima
48min - 2° tempo
Vinícius (contra)

43min - 2° tempo
Cleiton Xavier
Cartões Amarelos
Alex
Jorge Henrique
Wilson
Edson
Vinícius
Anderson Luiz
Lucas
Victor Simões
Cartões Vermelhos
Alex  
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Sálvio Spinola F. Filho (SP)

 

Redação Terra