Esportes

> Esportes > Futebol > Brasileiro  > Copa do Brasil

  Sites relacionados
ESPN
ESPN360
Os Geraldinos
Futsal

Copa do Brasil
Segunda, 9 de junho de 2008, 16h15  Atualizada às 16h44
Pelo título, Corinthians visa marcar "logo cedo"
 
Rafael Ribeiro
Direto de São Paulo
 
Reinaldo Marques/Terra
Jogadores do Corinthians treinam: meta é marcar o 1º no Recife
Jogadores do Corinthians treinam: meta é marcar o 1º no Recife
Enquete
Você acha que o Corinthians já é campeão?
Sim
Não

 Últimas de Copa do Brasil
05h52 SP: balas de borracha e gás geram correria em festa palmeirense
01h16 Dracena nega relação entre derrota no clássico e Copa do Brasil
09h26 Edinho, do Palmeiras, pode fechar com Fluminense nesta sexta
14h24 Após eliminação, Vasco projeto bom Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:

Podendo até perder por um gol de diferença para assegurar o tri da Copa do Brasil, o Corinthians tem a receita para sair vitorioso no duelo de volta frente o Sport, às 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, na Ilha do Retiro. Os jogadores da equipe alvinegra querem abrir o placar na casa do rival e a meta é encontrar o caminho das redes logo nos instantes iniciais.

» Veja fotos do Corinthians
» Assista o vídeo
» Treino do Corinthians vira presente
» Veja as últimas do Corinthians

"Sabemos que se fizermos um gol, eles terão que correr triplicado, vão ter que vir para cima, abrir espaço. Esse gol seria muito importante. Não nos dará o título, mas trará tranquilidade para buscá-lo. Tentaremos marcar esse gol logo de cara", disse o volante Fabinho.

Após vencer por 3 a 1 no Morumbi, na última quarta-feira, o time alvinegro complica as coisas para os mandantes se fizer mais um gol e obriga os pernambucanos a marcar no mínimo mais três para, ao menos, levar a decisão para a disputa de pênaltis.

Capitão da equipe, o zagueiro Chicão acredita que o Corinthians manterá o seu ritmo no duelo no Recife. Até aqui, a equipe marcou gols em todas as partidas disputadas fora de casa: Barras-PI 0 x 6, Fortaleza 1 x 2, Goiás 3 x 1, São Caetano 1 x 3 e Botafogo 2 x 1.

"A equipe não tem que mudar. O gol fora de casa é muito importante e precisamos manter a tranqüilidade para alcançá-lo. É atuar como vínhamos jogando anteriormente. Ao sairmos na frente do placar, podemos esfriar a empolgação da torcida deles", completou, mantendo o tom cauteloso. "Mas não significa que um gol nos dará o título", definiu.
 

Redação Terra