0

Cruzeiro e Atlético-MG na decisão estadual com Galo em vantagem

17 mai 2013
19h16
atualizado às 19h43

Contando com a força da torcida, o Cruzeiro vai para campo, neste domingo, no Mineirão, para enfrentar o Atlético-MG, que possui a boa fase da equipe e a vantagem de perder por 2 a 0 como arma rumo ao título Mineiro. Com a melhor campanha da primeira fase do Estadual, a Raposa necessita devolver o tropeço de 3 a 0 no Independência.

E, para saber quem será o campeão da edição 2013 do Campeonato Mineiro, só mesmo vendo a partida. Mesmo que o Galo esteja com uma mão na taça, os jogadores alvinegros fazem questão de respeitar o Cruzeiro. Já os atletas celestes buscam inspiração e motivação para reverter a desvantagem, que não é pouca tendo um rival em grande fase pela frente.

Olho no Cruzeiro

Na antevéspera do clássico, o técnico Marcelo Oliveira fez novo mistério no treinamento celeste e deixou a imprensa esperando por alguns minutos. A escalação, no entanto, já foi definida por ele. Em relação à equipe que perdeu para o arquirrival no primeiro jogo da final, duas mudanças – ambas no sistema defensivo.

A primeira alteração efetuada pelo comandante será na zaga. Bruno Rodrigo, suspenso após receber cartão vermelho, cederá a sua vaga para o zagueiro Léo. Na lateral esquerda, o treinador faz uma modificação técnica. Após atuação abaixo da crítica, Everton é substituído por Egídio.

Os demais setores da Raposa, porém, seguem inalterados. O meio de campo será formado por Leandro Guerreiro, Nilton, Éverton Ribeiro e Diego Souza. Na linha de frente, a dupla titular é mantida: Dagoberto e Borges.

Com apenas duas mudanças, o Cruzeiro espera uma postura distinta da apresentada no fim de semana anterior e consequentemente um triunfo diante do maior rival. Para sagrar-se campeão, o clube necessita vencer por três ou mais gols de diferença.

Olho no Atlético-MG

Assim como ocorreu no lado azul de Belo Horizonte, o Atlético-MG também fez os últimos dois treinos com ar de mistério. 30 minutos de atraso na entrada da imprensa ao CT. Para o duelo diante do Cruzeiro, o objetivo é não dar espaço para a equipe celeste 'gostar do jogo'.

Podendo até perder para ser campeão, não seria nenhum absurdo imaginar o Galo partindo pra cima do Cruzeiro. Com pontas rápidos e tendo Ronaldinho Gaúcho praticamente garantido na finalíssima, o Alvinegro não sabe esperar o adversário decidir sua vida. Vai para cima com tudo, normalmente, nos jogos de 2013.

Uma dúvida poderá atrapalhar a caminhada do Galo. Réver sentiu dores na coxa e pode ficar de fora da decisão. Sendo o atual capitão da equipe, ele pode perder a chance de erguer seu segundo troféu pelo clube, onde está desde 2011.

Se Réver não jogar, Gilberto Silva faz a zaga com Leonardo Silva. Mas este último também não tem participação garantida, porque ainda usa proteção de jogo na mão direita, que sofreu fratura. Rafael Marques pode ser chamado pela primeira vez desde o traumatismo craniano que teve no Brasileirão 2012.

Cuca armará sua equipe com força máxima e poderá se tornar tricampeão mineiro. Ele venceu pelo Cruzeiro, em 2011, e foi novamente campeão pelo Galo, desta vez invicto, no ano passado.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO x ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 19/5/2013 – 16h (horário de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS)

Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa/RJ) e Rodrigo Henrique Corrêa (Fifa/RJ)

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Paulão, Léo e Egídio; Leandro Guerreiro, Nilton, Éverton Ribeiro e Diego Souza; Dagoberto e Borges. Técnico: Marcelo Oliveira.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Gilberto Silva, Réver (Leonardo Silva) e Richarlyson; Josué, Leandro Donizete, Bernard e Ronaldinho; Diego Tardelli e Jô. Técnico: Cuca.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade