0

Depois da expulsão confusa de Seedorf, Botafogo irá aguardar súmula para se posicionar

24 mar 2013
18h52

A expulsão de Seedorf contra o Madureira, neste domingo, em Moça Bonita, pela segunda rodada da Taça Rio. Após a vitória alvinegra, por 2 a 1, o diretor jurídico do Botafogo, Aníbal Rouxinol, falou sobre a polêmia do árbitro na expulsão do holandês no fim do jogo.

- O Botafogo não considera a arbitragem no nível do campeonato. Vamos aguardar a súmula para dar andamento legal. Uns acham que ele voltou atrás, mas vamos aguardar. Não sabemos o que ele entendeu naquele lance - disse Aníbal, comentando o ambiente no vestiário após o jogo:

- Os jogadores estão no vestiário e não pude falar com o Seedorf. Não tivemos acesso ao árbitro. Essa atitude dele mostra o que foi a arbitragem. No pênalti do primeiro tempo ele demorou a voltar atrás.

O pênalti a que Aníbal se referiu, aconteceu aos 31 do primeiro tempo, quando Rafael Marques foi derrubado por Fernando. O juiz parou o lance, mas quando Seedorf iria bater a penalidade, o árbitro voltou atrás, marcando impedimento do holandês no início da jogada. A reclamação quanto ao lance é que o árbitro demorou dois minutos até tomar a decisão de anular a sua marcação.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade