0

Diretor executivo do Botafogo volta a criticar gratuidades no futebol

7 ago 2013
10h31
atualizado às 15h38

O diretor-executivo do Botafogo, Sérgio Landau, não economizou críticas ao sistema de gratuidades para jogos de futebol. O dirigente, inclusive, atribuiu a formação de filas para a troca de ingressos nas bilheterias do estádio ao fato de muitas pessoas terem direito à benesse e deixarem para pegar suas entradas na hora do jogo.

- A gratuidade, além de não pagar, cria tumulto. Vou ao supermercado e não vejo ninguém com mais de 60 anos saindo com frango de graça. E no transporte a gratuidade é paga pelo governo. Só no futebol que ninguém paga aos clubes - contestou o diretor alvinegro.

E MAIS:

Diretoria do Botafogo não abre mão de jogar no Maracanã

Já em relação ao programa sócio-torcedor alvinegro, o presidente do clube, Maurício Assumpção, informou que o sistema está passando por uma reestruturação tecnológica. E, por isso, tem evitado estimular novas adesões.

- Determinadas falhas que ocorrem no sistema precisavam de correção. Só assim vamos sair do patamar de nove mil para 20 mil sócios-torcedores - frisou Assumpção.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade