2 eventos ao vivo

Dunga admite exagero com Alex Escobar e diz: "não guardo mágoa"

11 nov 2012
12h33
  • separator

Mais de dois anos depois da polêmica em que se envolveram durante a Copa do Mundo de 2010, Dunga e Alex Escobar trocaram mensagens em tom conciliador. Neste domingo, em entrevista veiculada pela TV Globo, o ex-técnico da Seleção Brasileira admitiu o erro por ter dito palavrões na direção do jornalista durante conferência de imprensa no Mundial da África do Sul. "Errei, o palavrão não tinha que ter dito. Faria diferente, até porque não tenho nada contra ele. Não tem problema nenhum. São coisas que acontecem, a gente comete erros, se altera na adrenalina. Nunca tive nada contra ele e não guardo mágoa nenhuma", disse Dunga.

Durante a reportagem, um vídeo gravado por Alex Escobar também comentava o caso. O jornalista, que nunca mais encontrou Dunga desde a controvérsia, afirmou que não queria discutir quem estava "certo ou errado" no caso. "Quero que você saiba que da minha parte não há qualquer mágoa e espero encontrá-lo pessoalmente para te dar um abraço", disse Escobar. A polêmica surgiu quando o ex-treinador da Seleção respondia a uma pergunta sobre o atacante Luís Fabiano na Copa de 2010 e, ao mesmo tempo, Alex Escobar conversava no telefone e balançava a cabeça de forma negativa. Dunga interpretou a atitude como uma reprovação às suas declarações e interrompeu a entrevista, questionando o jornalista. Logo depois, o ex-volante começou a soltar palavrões em voz baixa, mas que foram captados pelo sistema de áudio da conferência de imprensa.

Dunga admite que errou ao soltar palavrão na direção de Escobar durante entrevista em 2010
Dunga admite que errou ao soltar palavrão na direção de Escobar durante entrevista em 2010
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade