0

Dunga elogia percepção de D'Alessandro, mas vê pressa desnecessária

21 mar 2013
22h49
atualizado às 23h16
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória só veio por conta de Andrés D'Alessandro. O camisa 10, homenageado antes do 2 a 1 sobre o São Luiz, na noite desta quinta-feira, marcou o gol que garantiu o resultado, aos 42min do segundo tempo, de falta. O técnico Dunga valorizou a inteligência do argentino na jogada.

<p>D'Alessandro foi inteligente para fazer o gol do Inter</p>
D'Alessandro foi inteligente para fazer o gol do Inter
Foto: Edu Andrade/Fato Press / Gazeta Press

"Tomamos o gol no contra-ataque, mas conseguimos buscar. O D'Alessandro já tem uma base técnica, uma estrutura de cobranças. Batemos as faltas iniciais no canto do goleiro Oliveira. Aí entrou a inteligência do D'Alessandro, que viu que o goleiro iria ficar parado no seu canto naquele momento e fez", comentou o técnico Dunga.

Incomodado com a quantidade de faltas recebidas, Dunga pretestou expulsões para os jogadores do São Luiz. Em dois lances em que Caio e Leandro Damião, respectivamente, conseguiram girar e foram parados quase na linha da área. Ainda assim, o Inter teve problemas admitidos por Dunga, na transição no segundo tempo. Uma pressa exagerada, na visão do treinador.

"O São Luiz ia tentar a bola parada ou o contra-ataque. Fez as duas linhas fechados, a gente tentou ligação mais rápido do necessário, e deu chance poara eles tivessem oportunidade de segurar a bola. Airton depois de muito tempo jogou, sentiu no início, mas foi melhorando. O Caio é de velocidade, muito inteligente nas movimentações atrás dos zagueiros e laterais. Normal sentir um pouco no segundo tempo também", avaliou.

O Internacional, com a vitória, garantiu a melhor campanha geral do Campeonato Gaúcho - tem o mesmo número de pontos do Lajeadense, mas melhor saldo de gols. A reapresentação acontece na tarde desta sexta-feira. O próximo compromisso é no domingo, às 16h, contra o Santa Cruz, no Estádio dos Plátanos.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade