Eliminatórias Mundial 2010

Eliminatórias Mundial 2010

Quinta, 11 de setembro de 2008, 23h05 Atualizada às 23h07

Em nota, CBF explica diferença de público

A CBF divulgou uma nota oficial na noite desta quinta-feira explicando a diferença no número do público pagante anunciado após o empate sem gols com a Bolívia na última quarta, no Engenhão, pelas Eliminatórias à Copa de 2010.

» Brasil empata e é vaiado
» Seleção vive fiasco dentro e
fora do campo

O placar eletrônico do estádio anunciou 31.422 pessoas presentes no estádio arrendado pelo Botafogo. Esse foi o público total. Apenas 27.102 torcedores pagaram ingresso para acompanhar o empate.

Segundo a entidade máxima do futebol brasileiro, dos 6 mil bilhetes comprados por uma empresa, apenas 2 mil foram revendidos, justificando a diferença para o número de entradas vendidas anunciado.

Foi o pior público do Brasil nas Eliminatórias até aqui. Em todos os outros três jogos da Seleção dentro do País, os fãs corresponderam as expectativas e lotou os espaços colocados à venda nas bilheterias.

Na goleada por 5 a 0 sobre o Equador, na segunda rodada, 85.071 pessoas pagaram entrada no Maracanã. Na quarta jornada, 65.379 pessoas foram ao Morumbi ver a vitória por 2 a 1 sobre o Uruguai. No Mineirão, 52.527 pagantes acompanharam o empate sem gols com a rival Argentina, pela sexta jornada.

O número, divulgado pela assessoria de imprensa da CBF, foi considerado surpreendente devido aos visíveis clarões nas arquibancadas do Engenhão.

  • Imprima esta notícia
  • Envie esta notícia por e-mail
Bernardo Ramos/Terra Público decepcionou e ficou abaixo do esperado no Engenhão Público decepcionou e ficou abaixo do esperado no Engenhão

Busca

Busque outras notícias no Terra: