Eliminatórias Mundial 2010

Eliminatórias Mundial 2010

Quinta, 18 de dezembro de 2008, 13h30 Atualizada às 13h35

Amauri descarta seleção italiana: "sou brasileiro"

A informação de que Amauri poderia defender a seleção da Itália em 2009, foi rechaçada nesta quinta-feira pelo próprio jogador. Dois dias antes, o jornal Tuttosport havia garantido que o atacante da Juventus poderia conseguir seu passaporte italiano em janeiro, e estrearia na equipe em um amistoso no dia 10 de fevereiro, em Londres, justamente contra o Brasil.

» Italiano diz que sonha vira ator pornô
» Lazio pode tirar Miranda do São Paulo

"Não tem nada de concreto", afirmou o jogador, em entrevista à rádio Jovem Pan. "Estão falando no jornal que chegou meu passaporte, que eu vou jogar lá (na Itália). Mas não tem nada definido. Não sei o porquê desses comentários. São coisas que os jornais inventam só para dar noticia", reclamou.

Natural da cidade de Carapicuíba, na Grande São Paulo, o jogador garante que ainda não desistiu de defender a Seleção Brasileira, mesmo sendo praticamente descartado pelo técnico Dunga. "Sou brasileiro. Quando chegar minha oportunidade na Seleção Brasileira, com certeza o meu sonho se realizará", disse.

Na atual temporada, Amauri já disputou 16 jogos com a Juventus, marcando dez gols. Antes disso, porém, o brasileiro se destacou em outros clubes da Itália, como Napoli, Piacenza, Messina, Chievo e Palermo. Ele jamais jogou profissionalmente por um clube brasileiro.

Mas a história poderia ter sido bem diferente. Em 97, com apenas 17 anos, Amauri chegou a fazer testes com o Palmeiras, no qual atuou como meia. "Eram quatro dias de teste. No último, falaram que eu não tinha condições. Depois, em 98, fiz de novo", disse o camisa oito da Juventus. "No ano seguinte (98), me botaram de atacante. Eu estava crente de que ia dar tudo certo, mas não deu."

Amauri disse ainda que fez "vários testes" por clubes de São Paulo, como Palmeiras, Santos, Paulistano e Ituano, mas sem jamais ter tentado uma chance em seu clube de coração. "Sou são-paulino desde criancinha", contou, sem descartar um futuro no Morumbi. "É meu sonho vestir a camisa do São Paulo. Quem sabe um dia eu posso realizar esse meu sonho?", completou.

  • Imprima esta notícia
  • Envie esta notícia por e-mail
Reuters Atacante da Juventus afirma que não pretende defender as cores da seleção italiana Atacante da Juventus afirma que não pretende defender as cores da seleção italiana

Busca

Busque outras notícias no Terra: