4 eventos ao vivo

Futebol

Em crise, Brasil some da seleção da Uefa; veja time eleito

Dean Mouhtaropoulos / Getty Images
9 jan 2015
10h56
atualizado às 12h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Em um ano emblemático para a crise vivida pelo futebol brasileiro, mais uma derrota. Nesta sexta-feira a Uefa divulgou o time do ano de 2014, eleito por internautas com jogadores que atuam no continente, sem a presença de nenhum atleta do País. Neymar, Thiago Silva, David Luiz... Para o público europeu, nenhum encaixaria na equipe dos sonhos da atualidade.

O Brasil não teve representantes nesta seleção pela última vez em 2008. Desde então pelo menos um brasileiro era lembrado. Em 2012 e 2013, Thiago Silva ficou com uma das vagas na zaga, mas acabou substituído pelo uruguaio Diego Godín neste ano.

<p>Messi volta ao time dos sonhos da Uefa após um ano de ausência  </p>
Messi volta ao time dos sonhos da Uefa após um ano de ausência
Foto: Jorge Guerrero / AFP

Trio que concorre ao prêmio de melhor do mundo da Fifa, o alemão Manuel Neuer, o português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi estão na seleção. 

O time que mais teve atletas na seleção foi o Bayern de Munique, que além de Neuer, incluiu Philipp Lahm, David Alaba e Arjen Robben. O Real Madrid, por sua vez, tem três no time, CR7, Sergio Ramos e Toni Kroos, que começou o ano no time bávaro, aliás.

Os outros integrantes da equipe foram o zagueiro Diego Godín (Atlético de Madrid), o meia-atacante Ángel Di María, que começou 2014 no Real, mas terminou no Manchester United, além do centroavante Zlatan Ibrahimovic, do Paris Saint-Germain.

Na próxima segunda-feira, a Fifa anunciará o vencedor da Bola de Ouro, que premia o melhor jogador do mundo no ano. Cristiano Ronaldo é o principal favorito, em disputa com Manuel Neuer e Lionel Messi.

Confira a seleção ideal da Uefa em 2014:

Manuel Neuer; Philipp Lahm, Sergio Ramos, Diego Godín e David Alaba; Toni Kroos, Ángel Di Maria e Arjen Robben; Lionel Messi, Zlatan Ibrahimovic e Cristiano Ronaldo.

Com informações da agência EFE. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade